• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • Banner racismo
  • Estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Segurança

08/11/2019 18:20

Programa de resistência às drogas forma 113 mil estudantes na Bahia

A Polícia Militar da Bahia (PMBA) reuniu 1,8 mil estudantes no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, na tarde desta sexta-feira (8), em cerimônia de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Na plateia do ginásio estavam alunos, pais e professores de 25 escolas que participam das atividades do Proerd em Salvador. 

O programa é desenvolvido pela PMBA há 16 anos nas escolas públicas e privadas do estado. Em 2019, o Proerd atingiu a marca de 750 mil alunos atendidos. O trabalho envolve a corporação militar e a sociedade para que juntos possam contribuir na prevenção ao uso de drogas, além da capacitação dos jovens para que tomem decisões conscientes. 

O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, afirmou que o projeto é um dos mais importantes da área de segurança. “Esse projeto aborda um aspecto que é extremante importante, que trata da prevenção. Se tivéssemos mais órgãos da iniciativa privada cooperando com esse programa, para viabilizar que pudéssemos chegar a todos os jovens dessa faixa escolar, teríamos cada vez menos pessoas envolvidas com o consumo de drogas. Fica o nosso agradecimento institucional a todos os envolvidos e esperamos bater o recorde de crianças contempladas no próximo ano”. 

Segundo o coordenador executivo do Proerd, tenente-coronel César Bonfim, 113 mil estudantes foram atendidos neste ano na Bahia, em mais de 2/3 dos municípios baianos. “A corporação abraçou o projeto e realiza com um carinho especial por entender que a prevenção é essencial. A gente sabe que a droga pode levar nossas crianças para um caminho de violência. Vale pontuar que não são todos os policiais que estão aptos a atuar no Proerd. É realizado um trabalho muito criterioso e cuidadoso de seleção e capacitação dos nossos profissionais. Estamos comemorando o resultado de muito trabalho e empenho”, explicou. 

O comandante-geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, sinalizou que a intenção é ampliar o programa para outros municípios baianos. “Nós estamos presentes em cerca de 250 municípios e, ao longo dos últimos anos, dobramos o número de policiais que atuam no Proerd. A nossa meta, sem dúvidas, é levar esta inciativa para o maior número possível de municípios baianos por entender a dimensão e o impacto nas vidas dessas crianças e da família. Esse é um tripé formado por escola, polícia e família”.

Durante a cerimônia, os estudantes que produziram as melhores redações sobre a resistência às drogas e à violência foram premiados. Apoiadores do Proerd também receberam homenagens no evento.

Repórter: Jairo Gonçalves

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.