• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • Banner racismo
  • Estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Trânsito

21/10/2019 17:01

Câmara Técnica da Costa do Cacau ganha certificação do Ministério do Turismo

A Câmara Técnica de Turismo da Costa do Cacau é a primeira instância de governança institucionalizada da Bahia a ser reconhecida com certificação pelo Ministério do Turismo (MTur). O grupo já tem inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), funciona como uma espécie de associação e tem como mantenedores os 11 municípios da zona turística, dentre eles, Ilhéus e Itacaré.

Instituídas pela Lei Estadual do Turismo, as câmaras reúnem participantes do poder público, entidades da iniciativa privada e da sociedade civil. Sua finalidade é articular o desenvolvimento do turismo numa região.

Segundo o diretor de Regulação e Certificação de Serviços Turísticos da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur-BA), Divaldo Borges, a Câmara da Costa do Cacau é a única a já funcionar nesse modelo. “Com isso, é possível levantar fundos para realização de ações como promoção do destino e a também captar recursos governamentais para investimento, por exemplo”, explicou Borges.

De acordo com o novo mapa do turismo brasileiro, construído pelo MTur com apoio da Setur-BA, os municípios que compõem a Costa do Cacau são Ilhéus, Itacaré, Maraú, Ipiaú, Una, Canavieiras, Itabuna, Uruçuca, Santa Luzia, Pau Brasil e São José da Vitória. A partir de 2021, somente os municípios que participarem de câmaras técnicas institucionalizadas poderão se manter ou ingressar no mapa turístico.

Para a empresária Cida Aguilar, presidente da Câmara Técnica da Costa do Cacau, o reconhecimento do Ministério é a prova de que o turismo na região está se profissionalizando. “Estamos super felizes por sermos a primeira câmara reconhecida na Bahia. Esse reconhecimento nos dá credibilidade para desenvolver ações voltadas ao desenvolvimento da nossa zona turística”, pontuou.

Fonte: Ascom/Secretaria de Turismo do Estado (Setur)

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.