• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • Banner racismo
  • Estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Planejamento

24/07/2019 19:30

Estratégias de tecnologia da informação para cidades baianas são apresentadas no Smart City Brazil

As soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para o desenvolvimento das cidades da Bahia foram abordadas pelo secretário estadual do planejamento, Walter Pinheiro, nesta quarta-feira (24), no Smart City Business Brazil Congress & Expo (SCBBrC&E), realizado em São Paulo. O evento é considerado o mais importante relacionado ao ecossistema das smart cities na América Latina, contando com 4 mil participantes e mais de 250 conferencistas.

Diante de um público formado por profissionais, pesquisadores, empresários e representantes do poder público, nacionais e internacionais, Pinheiro destacou que o Governo da Bahia está realizando uma ampla contratação de serviços de telecomunicações e conectividade para dotar os municípios com infraestrutura voltada à melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. 

“Esta contratação está sendo feita de forma inovadora, para garantir a qualidade desses serviços de conectividade, a ampliação do videomonitoramento com reconhecimento facial, serviços de imagem para a rede de saúde, controle de acesso a prédios públicos e muito mais. São soluções para tornar nossas cidades mais modernas, com mais qualidade nas áreas de saúde, educação, segurança pública, logística, transporte e agricultura, por exemplo”, ressaltou. 

Foto: Seplan
(Foto: Seplan)

Um dos serviços que faz parte do conjunto de soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação é o videomonitoramento. Lançado no fim de 2018, com tecnologia capaz de identificar criminosos, o projeto de Vídeo Policiamento foi utilizado pela primeira vez no Carnaval de Salvador. Uma novidade no país, os equipamentos espalhados pelos três circuitos da folia, nos portais de abordagem identificaram 460 mil pessoas por dia. 

“Agora, vamos levar este serviço para todas as regiões do estado, ampliando assim a segurança das pessoas e a integração das ações de policiamento, o que vai tornar o combate ao crime mais eficiente. Além de ser empregado para encontrar criminosos, o sistema também ajuda a localizar pessoas desaparecidas”, acrescentou o secretário. 

Ainda de acordo com Pinheiro, o Governo da Bahia já publicou os cinco Termos de Referência que compõem o projeto e promoveu diversas audiências públicas para colher sugestões e prestar detalhamento técnico para empresas com interesse em participar das licitações. “Todo o processo está sendo acompanhado pela Agência Nacional de Telecomunicações [Anatel], para que possamos ter os melhores instrumentos de fiscalização e controle, com a garantia da qualidade destes serviços”, finalizou. 

Fonte: Ascom/Seplan

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.