• Portal SEI

Cultura

16/01/2018 15:35

Últimos dias para inscrições no edital de Mobilidade Artística Cultural 2018

A primeira chamada do Edital de Mobilidade Artística Cultural/2018, da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult), encerra as inscrições no próximo dia 24. Com recursos do Fundo de Cultura do Estado (FCBA), o edital contempla as seguintes categorias: Residência, Formação, Intercâmbio e Difusão Cultural. 

O programa busca promover o intercâmbio e a formação de artistas, criadores, produtores, gestores e agentes culturais com propostas a serem executadas fora do estado ou do país a partir de 25 de maio de 2018. As propostas devem ter o valor limite de até R$ 50 mil para projetos de Intercâmbio e Difusão; e até R$ 25 mil para projetos de Residência Artística e Formação Artística e Cultural.

Para realizar a inscrição, o proponente deve acessar o sistema Clique Fomento. Antes de enviar a inscrição, o candidato deve verificar os documentos necessários e incluir os anexos na formatação exigida. 

Critérios

Para as residências artísticas e culturais, o edital contempla a permanência fora do estado ou país de domicílio, por um período mínimo de seis semanas. Para as formações artístico-culturais, o edital prevê a participação de artistas ou profissionais da cultura em cursos, oficinas ou estágios, fora do estado ou país de domicílio, em entidades de referência no domínio das artes e/ou da cultura.

No aspecto de intercâmbio e difusão, o edital proporciona a troca de conhecimentos e experiências, bem como a circulação e a distribuição de produções artísticas e culturais em outro estado brasileiro ou país, contemplando a participação de artistas e profissionais da cultura podendo a viagem destinar-se a apresentação de trabalho próprio; circulação de artistas ou grupos baianos; pesquisa e prospecção; promoção de bens e serviços culturais (participação em feiras setoriais); construção e dinamização de redes, entre outros.  

Atos convocatórios

A Secretaria de Cultura lança ao menos três atos convocatórios por ano, mantendo o fluxo contínuo desde a regulação do programa, em 2010. A iniciativa tem se aprimorado ao longo dos anos, apresentando resultados positivos. De 2015 até 2017 já foram investidos cerca de R$ 2 milhões. O apoio consolida a institucionalização das políticas de intercâmbio e a difusão da cultura baiana no mundo pelo Governo do Estado. 

Além de promover os bens culturais e criações artísticas baianas, o edital dá suporte à presença desses produtos culturais nos mercados de interesse econômico e geopolítico. Todos os atos convocatórios são divulgados nas redes sociais e no site da Secult.  

Fonte: Ascom/Secult

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.