• mapa de mídias
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Blog do Programa Digaí, Governador!

Digaí

Digaí, Governador! - Programa #30 - 04/11/2015


O Digaí, Governador! desta semana destaca a renegociação de débitos tributários com o Estado que continua até 18 dezembro de 2015. Rui Costa explica que a iniciativa é do próprio Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) nesta parceria voltada a um programa de descontos para reduzir o número de processos referentes à recuperação de dívida pública. “Começamos esta semana [com o Mutirão do Acordo Legal que] vai até domingo [8], com absoluto sucesso. Muita gente está indo lá [Arena Fonte Nova] quitar [débitos]” .

No programa de rádio, o governador também fala sobre as ações do Pacto pela Vida, o trabalho social do Ilê Aiyê e Olodum, e do Metrô de Salvador, que terá a inauguração das estações da Bonocô, em novembro, e de Pirajá, em dezembro. Outro assuntos são as viagens ao interior e a inauguração de uma fábrica da Votorantin, na área de produção de cimento, nesta quinta-feira (5), a partir das 9h, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Rui afirma que a renegociação é uma oportunidade para “as pessoas resolverem pendência judicial e, ao mesmo tempo, estar habilitadas para ter crédito de novo tanto com o Estado [quanto] com o Município. Nós aprovamos a lei na Assembléia Legislativa que cobre esse período até domingo [8] e depois [ continua] até o dia 18 de dezembro” com atendimento em outros locais.


LEIA, NA ÍNTEGRA, O TEXTO DA 30ª EDIÇÃO DO PROGRAMA "DIGAÍ, GOVERNADOR!"

Pela internet, os contribuintes vão poder acessar, imprimir, pagar e quitar as dívidas “com os mesmos descontos aplicados nesse programa da Justiça. Portanto, isso é uma facilidade grande para que todos possam estar com a sua dívida quitada e parcelada e com desconto bastante expressivo [em juros, multas], facilitando e muito a quitação das dívidas”, afirma Rui.

Pacto pela Vida

Ainda no programa o governador fala sobre o Pacto pela Vida iniciando pelo comentário após ouvir o depoimento do jovem estudante Erick da Silviera, 20 anos, aluno de um curso de manutenção do projeto ‘Sementes de Ciência’, que atualmente é monitor. Rui afirma que “Erick é um exemplo a ser seguido. Toda vez que eu ouço um depoimento desses [...] fico emocionado”. 

Ele afirma “que a atuação policial tem seu limite porque o que de fato recupera e traz a paz, em um padrão de convivência para o nosso Estado, é a família, é a educação, é a cultura, é a arte. Por isso nós estamos apostando dentro do Pacto pela Vida nesses programas sociais”. 
Ouça o programa abaixo!


Nesta quarta-feira (4), em evento na Arquidiocese de Salvador, o governador lançou um pacote de ações sociais para serem desenvolvidas pelo Pacto pela Vida por meio das câmaras setoriais de Prevenção Social e de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas. Rui cita a assinatura de contratos, acima de R$ 50 milhões, destinados a tratamento de dependentes de drogas, acompanhamento e resgate de pessoas que hoje estão em situação de rua. “... É um acolhimento dessas pessoas e também para o trabalho de prevenção que eu refuto como o mais importante”.

Educação, arte e esporte

De acordo com o governador, o estimulo à arte, cultura, música, dança, educação, aos cursos profissionalizantes nas comunidades, em todos os territórios da Bahia, fazem com que “nós possamos sinalizar para o jovem que o caminho do seu sucesso, de orgulhar o pai, a mãe, a família, é o sucesso da educação, da arte e cultura”.

O governador agradece aos policiais militares, “muitos deles, ultrapassando, eu diria, o limite de sua atividade profissional, têm feito um trabalho belíssimo com programa de karatê, de judô, de esporte, enfim, fazendo o que ficou conhecido como Polícia Comunitária. Por isso nós estamos entrando com esse conjunto de ações sociais para reforçar a luz e a esperança para a nossa juventude”. 
Em relação ao Ilê Aiyê, que está completando 42 anos, o governador diz que o bloco afro “é a marca da cultura negra do nosso Estado junto com o Olodum. Meu forte abraço, meus parabéns, vida longa ao Ilê, [que surgiu] no bairro onde eu nasci, de onde eu tenho a profunda raiz do povo da Liberdade... nós vamos estar fazendo também um trabalho com o Olodum [e] o Ilê, no Pacto pela Vida”. 

Fábrica, metrô e viagens


Nesta quinta, o Rui participa da inauguração da primeira fábrica exclusiva de argamassas da Votorantim na região Nordeste, no Polo Industrial de Camaçari. “Nós estaremos inaugurando uma fábrica importante, gerando emprego. [...] É a minha obsessão, tudo que eu vou fazer eu penso em gerar emprego”, diz o governador. 

Ainda no programa, ele informa sobre a inauguração de duas estações do Metrô de Salvador – a da Bonocô, no dia 13 de novembro, e a de Pirajá, em dezembro. O governador também afirma que deseja chegar, até o final de dezembro de 2015, registrando 100 viagens ao interior da Bahia. “Estamos pertinho, já passamos de 80 viagens”, enfatiza. 

O programa Digaí, Governador! é produzido pela Secretaria de Comunicação Social (Secom), veiculado pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação. Está disponível na internet e pelo telefone 0800-071-7328.

Edmundo Filho:
Olá, eu sou Edmundo Filho e a partir de agora você participa de nosso encontro semanal com o governador Rui Costa. Essa semana em que há uma boa noticia para os baianos com o programa de recuperação fiscal em parceria com o Tribunal de Justiça. Tudo bem, governador?

Governador Rui Costa:
Tudo bom, Edmundo. E esse projeto é uma iniciativa da própria Justiça, fazer essa parceria para programar um programa de descontos para redução do número de processos na Justiça, processos que dizem respeito à recuperação de dívida pública. Começamos esta semana e vai até domingo, e com absoluto sucesso. Muita gente indo lá quitar. É uma oportunidade das pessoas resolverem sua pendência judicial e, ao mesmo tempo, estar habilitado para poder ter crédito de novo tanto com o Estado como com o Município. Nós aprovamos a lei na Assembléia Legislativa que cobre desse período até domingo, e também cobre depois até o dia 18 dezembro, onde as pessoas podem pela Internet, inclusive, acessar, imprimir, pagar e quitar as suas dívidas com os mesmos descontos aplicados nesse programa da Justiça. Portanto, isso é uma facilidade grande para que todos possam estar com a sua dívida quitada e parcelada e com um desconto bastante expressivo para juros, multas, etc., facilitando e muito a quitação dessas dívidas.

Edmundo:
Governador, quando se fala de violência e criminalidade, o senhor tem apostado muito no Pacto pela Vida. Nós temos aqui uma experiência do Erick da Silviera, um garoto de 20 anos, um estudante, para aprender um curso de manutenção do projeto Sementes de Ciência, e hoje ele é monitor. Vamos acompanhar o depoimento dele que eu acho muito interessante: “Eu consigo ter uma visão geral de como funciona as empresas, como eles atuam, de como os funcionários se relacionam, e isso me dá uma visão de que temos que buscar dar sempre o nosso melhor na vida com tudo, né? O curso também ajudou a comunidade a se relacionar com as bases comunitárias. Ajuda a criar um vínculo entre os policiais e alunos.”

Rui Costa:


O Erick é um exemplo a ser seguido. Toda vez que eu ouço um depoimento desses, Edmundo, eu fico emocionado, a voz embarga, porque essa é a nossa aposta. Eu digo sempre que a atuação policial tem seu limite porque o que vai de fato recuperar e trazer a paz em um padrão de convivência para o nosso Estado é a família, é a educação, é a cultura, é a arte, e por isso nós estamos apostando dentro do Pacto pela Vida nesses programas sociais. Essa semana mesmo eu assinei contratos da ordem de R$ 50 milhões desde o tratamento terapêutico às pessoas já dependentes de drogas, ao trabalho de rua para acompanhamento e resgate das pessoas que hoje estão nas ruas – Um acolhimento primeiro (Edmundo) - um acolhimento dessas pessoas, e também para o trabalho de prevenção que eu refuto como o mais importante que é o estimulo à arte, cultura, música, dança, a educação, aos cursos profissionalizantes nas comunidades, todos os territórios da Bahia, fazendo com que nós possamos sinalizar para o jovem que o caminho do seu sucesso, de orgulhar o pai, a mãe, a família; é o sucesso da educação, da arte e cultura.

Edmundo:
Alias, o a Polícia Militar tem um programa importante também que é o Proerd, que leva informação aos nossos jovens, às nossas crianças, assim como o trabalho social do Ilê Aiyê, que completa 42 anos, governador.

Rui Costa:
Edmundo, eu quero dar um abraço ao Ilê Aiyê, que é a marca da cultura negra do nosso Estado junto com o Olodum, mas que fez aniversário esta semana. Então, meu forte abraço, meus parabéns, vida longa ao Ilê, de onde eu nasci, de onde eu tenho a profunda raiz do povo da Liberdade, meu abraço, meus parabéns e nós vamos estar fazendo também um trabalho com o Olodum, com o Ilê, no Pacto pela Vida. Desde já quero renovar o meu agradecimento aos policiais militares que, muitos deles, ultrapassando, eu diria, o limite de sua atividade profissional, têm feito um trabalho belíssimo com programa de karatê, de judô, de esporte, enfim, fazendo o que ficou conhecido como Policia Comunitária e por isso nós estamos entrando com esse conjunto de ações sociais para reforçar a luz e a esperança para a nossa juventude. Essa é a minha aposta: educação, formação profissional, arte, cultura e esporte.

Edmundo:
Mas evidente governador, que quando se fala de violência e criminalidade a oportunidade é importante. Nessa linha, a Bahia ganha mais um grande investimento na área de produção de cimento com a Votorantin aqui em Camaçari nesta quinta-feira?

Rui Costa:
Ah sim, nós estaremos inaugurando uma fábrica importante, gerando emprego. Esse, eu digo sempre Edmundo, eu uso a palavra obsessão e é a minha obsessão, tudo que eu vou fazer eu penso em gerar emprego, é a fábrica que nós vamos inaugurar essa semana, quando eu estou reunido aqui com o Metrô – dia 13 de novembro nós vamos inaugurar a Estação do Bonocô, em dezembro vamos inaugurar a Estação Pirajá -, meu diálogo todo é pensar nas obras para gerar emprego para quem vai trabalhar e depois da obra pronta, gerar emprego para quem vai trabalhar no serviço, na manutenção do Metrô, para as lojas que vão se instalar nas estações do Metrô. Então essa é a nossa determinação, e eu estou em uma corrida, Edmundo, que eu quero chegar até o final de dezembro alcançando 100 viagens ao interior da Bahia. Estamos pertinho, já estamos, já passamos de 80 viagens, e eu quero até o final de dezembro chegar a meta de 100 viagens ao interior, o que nos colocaria com o desafio de em quatro anos, 400 viagens, e quem sabe alcançar os 417 municípios...- muita correria né? (Edmundo) – É muita correria!

Edmundo:
Você também pode participar no Digaí, Governador em nosso blog secom.ba.gov.br. Vídeos, áudios, fotos, textos, informações sobre a Bahia, sobre a agenda do governador Rui Costa, que a gente agradece mais uma vez pela presença e pela participação. Governador, até o nosso próximo encontro, um abraço!

Rui Costa:
Um abraço!


DIGAÍ SEU COMENTÁRIO:


Deixe sua mensagem
Seu nome
Seu e-mail
Cidade
Mensagem
Digite o código ao lado *
Captcha Image Carregar outra imagem


Voltar    Imprimir Página