• Prêmio de boias práticas 2017
  • Partiu Estágio
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Blog do Programa Digaí, Governador!

Digaí

Digaí, Governador! - Programa #11 - 12/05/2015


O Digaí, Governador! desta semana destaca a desapropriação de áreas em Salvador para construção de conjuntos habitacionais destinados às vítimas do temporal. “Nós estamos finalizando, esta semana, os trabalhos do diagnóstico para levar ao governo federal um pacote de intervenções para a retirada dessas famílias [das áreas de risco]”, afirma o governador Rui Costa.

No programa, o governador lamenta a ocorrência de quatro óbitos na Baixa do Fiscal onde houve deslizamento de terra. “Infelizmente a chuva veio com força e castigou muito o final de semana e o início [desta] semana na cidade [...] Nós estamos buscando, ao máximo, minimizar o sofrimento das pessoas, primeiro com a atuação rápida do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, de todo o aparato do Estado [para] socorrer o mais rápido possível essas famílias”. 

 

Ouça o programa abaixo!

 

 

Rui agradece à equipe das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), que arrecadaram mais de 40 toneladas de alimentos e de roupas para as vítimas da chuva, e estão prestando solidariedade as famílias que perderam seus bens. “Quero agradecer também à população de Salvador, que [fez] muitas doações”.

O governador ressalta que as Voluntárias, por vários dias, funcionaram no sistema de 24 horas seguidas para receber as doações, “o que mostra a sensibilidade, o carinho do povo de Salvador, buscando ser solidário com as pessoas que mais estavam sofrendo neste momento”.

 




Café e energia eólica


O 16° Simpósio Nacional do Agronegócio Café, que continua até esta quarta-feira (13), no Othon Palace Hotel, no bairro de Ondina, em Salvador, é outro assunto abordado no programa disponível no Blog Digaí, Governador! Ao falar do evento, Rui comenta a pergunta do pequeno produtor Natalino Alves da Silva, de Itamaraju, município da região sul da Bahia, sobre o incentivo à atividade.

Ele destaca os incentivos do governo à agricultura familiar e informa que, na próxima sexta (15), estará em Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, “com a ministra da Agricultura [Kátia Abreu], lançando um programa nacional de expansão da agricultura que envolve a Bahia, o Mato Grosso e o Piauí”.




Ao empresário do segmento da cafeicultura Sílvio Leite, sobre a diversificação e qualidade do café produzido no estado, o governador diz que “a Bahia está presente e produzindo café em diversas regiões: no extremo-sul, na Chapada [Diamantina), no sudoeste, no oeste, e é preciso também contemplar os diversos produtores”.

Ainda no programa, Rui afirma que “o Governo do Estado da Bahia apostou em estruturar a cadeia produtiva da indústria eólica. O que eu quero dizer com isso? Que, além de instalar os equipamentos para produzir energia, nós queremos instalar na Bahia, e estamos instalando, as fábricas que produzem equipamentos: aerogeradores, torres [e] pás eólicas”. Ele diz que nesta semana (quarta-feira, dia 13) será inaugurada uma unidade da Acciona, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

O programa ‘Diga Aí, Governador!’ é produzido pela Secom, veiculado toda terça-feira, às 7h30, pela Rádio Educadora FM 107,5 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação. Está disponível no site, pelo telefone 0800-071-7328 e pelo Blog Diga Aí, Governador!


ABAIXO, CONFIRA TRANSCRIÇÃO COMPLETA DO PROGRAMA DESTA TERÇA-FEIRA (12)

Edmundo Filho:
Olá, tudo bem? Eu sou Edmundo Filho e este é o nosso encontro semanal com o governador Rui Costa.

Edmundo Filho:
Governador Rui Costa, voltamos a participar de nosso encontro em um programa que vai focar, mais uma vez, as dificuldades que Salvador e a Região Metropolitana vivem em função da chuva em mais uma semana. Tudo bem, governador?

Governador Rui Costa:
Olá, Edmundo. Infelizmente as chuvas vieram com força e castigaram muito esse final de semana e início de semana a cidade de Salvador, e nós começamos, infelizmente, com quatro óbitos lá na Baixa do Fiscal. Nós estamos buscando, ao máximo, minimizar o sofrimento das pessoas, primeiro com a atuação rápida do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, de todo o aparato para socorrer, o mais rápido possível, essas famílias, essas pessoas. Trabalhamos essas duas semanas em parceria com a Prefeitura de Salvador para deslocar quase 400 famílias para o aluguel social, tirando as famílias de risco, mas, infelizmente, as áreas são muitas, e essa da Baixa do Fiscal, a priori, não estava aparecendo como uma área de iminente risco e, infelizmente, ela veio apresentar colapso e quatro vidas humanas se foram. Nós estamos finalizando essa semana o trabalho de diagnóstico, para levar para o Governo Federal um pacote de intervenções para a retirada dessas famílias. Vamos desapropriar algumas áreas na cidade, e construir aí alguns conjuntos habitacionais, tirando essas famílias dessas áreas de risco, e outras áreas também, fazendo um processo de indenização. E eu quero agradecer aqui toda equipe das Voluntárias Sociais que arrecadaram mais de 40 toneladas de alimentos, de roupas, e vem prestando uma solidariedade as famílias que perderam seus bens. Quero agradecer também a toda a população de Salvador, que muitas doações, Edmundo, chegaram meia-noite, uma hora da manhã... As Voluntárias, em vários dias aí, passaram funcionando 24hs por dia, e mesmo durante a madrugada doações chegaram, o que mostra a sensibilidade, o carinho do povo de Salvador, buscando ser solidário com as pessoas que mais estavam sofrendo nesse momento.

Edmundo:
Falando em desenvolvimento regional, a Bahia está um passo a frente, apostando na indústria e na cadeia produtiva de energia eólica, e esta semana temos uma boa notícia para esse setor, governador.

Rui Costa:
Há sim, é uma indústria moderna de geração de energia, tanto eólica como energia solar, e o Governo do Estado da Bahia apostou em estruturar a cadeia produtiva da indústria eólica. O que eu quero dizer com isso? Que além de instalar os equipamentos para produzir energia, nós queremos instalar na Bahia, e estamos instalando, as fábricas que produzem esses equipamentos: aerogeradores, torres, pás eólicas, que parece um catavento, que ficam girando. Essa semana, por exemplo, nós teremos a inauguração da Acciona, uma empresa que produz equipamentos para os geradores de energia, instaladas aqui em Simões Filho, e que nós faremos a inauguração dessa empresa. Recentemente, eu recebi o diretor-acionista da Tecsis, que vem empregar mais de mil pessoas em Camaçari, e ela já começa esse ano a montagem da fábrica.

Edmundo:

O senhor começou a semana participando do Simpósio do Agrocafé, aqui em Salvador, tratando de um tema importante, de uma atividade significativa para o nosso Estado. Vamos acompanhar aqui, governador, o que diz o Natalino Alves da Silva. Ele é pequeno produtor aqui no Estado da Bahia, em Itamaraju.

Natalino Alves:
É um investimento que o governo está fazendo para poder dar incentivo ao agricultor né? E com esse incentivo da para a gente chegar em uma posição que nos agrada.

Rui Costa:

Natalino, vamos apostar na Agricultura Familiar, e nós vamos incentivar e fazer pesquisas específicas na área do café, assim como na sexta-feira eu estarei em Luís Eduardo Magalhães, com a ministra da Agricultura, lançando o programa nacional para aquela região, que envolve a Bahia, o Mato Grosso, o Piauí, em um grande programa de expansão da agricultura, que é uma região de forte potencial econômico, enfim, agregando tecnologia, assistência técnica, e apoiando e apostando na Agricultura Familiar.

Edmundo Filho:
O empresário Sílvio Leite está apostando nessa atividade econômica, que é complementada a partir da produção do pequeno produtor rural. E o comentário dele, governador, do Sílvio Leite, é em relação a isso, diversificação que tem a Bahia em relação à qualidade do café.

Sílvio Leite:
A minha formação é como classificador e degustador de café, e hoje me sinto muito feliz. Muito desses espaços foram galgados de sucessos, através desses blends especiais, de produtores pequenos que têm recebido prêmios no Brasil todo e no mundo todo, pela qualidade muito elevada da sua produção, e creio que existe um espaço muito grande para crescimento ainda.

Rui Costa:
Sílvio, é importante a sua observação, até porque a Bahia está presente e produzindo café em diversas regiões: no Extremo-Sul, na Chapada, no Sudoeste, no Oeste, e é preciso, também, contemplar os diversos produtores. Nós temos pequenos agricultores familiares, assim como temos produtores em larga escala, como no Oeste, e é importante ter política e atender a todos esses produtores. Mas nós temos a missão e o desejo e o planejamento de ter o melhor café do Brasil. Em diversos climas, em diversas regiões, nós estamos conseguindo produzir café com qualidade, que vai disputar os melhores preços no mundo inteiro.

Edmundo Filho:
Governador Rui Costa, mais uma vez obrigado pela participação em nosso programa e até o nosso próximo encontro. Um abraço.

Rui Costa:
Um abraço. Eu agradeço a oportunidade. Espero, Edmundo, que na próxima conversa, bate-papo nosso, eu já possa anunciar o dia que nós vamos iniciar obras importantes, novas obras importantes, de encostas, para proteger as nossas famílias e ter uma cidade mais estabilizada, mais segura para nossa população. Um forte abraço.


DIGAÍ SEU COMENTÁRIO:


Deixe sua mensagem
Seu nome
Seu e-mail
Cidade
Mensagem
Digite o código ao lado *
Captcha Image Carregar outra imagem


Voltar    Imprimir Página