• Orientações Covid 19

Arquivo de Áudios

18/11/2014
Programa do dia 18/11/2014


JINGLE - CONVERSA COM O GOVERNADOR

 

EDMUNDO FILHO:

Alô você que nos acompanha na capital e no interior, muito obrigado pela atenção. Eu sou Edmundo Filho e esta é mais edição de nosso encontro semanal com o governador Jaques Wagner.

 

VINHETA - CONVERSA COM O GOVERNADOR

 

EDMUNDO FILHO:

Governador Jaques Wagner, é um prazer voltar a conversar em nosso encontro semanal. Tudo bem, governador?

 

JAQUES WAGNER:

Tudo bem Edmundo, o prazer mais uma vez é meu de conversar com você e com todos vocês que acompanham mais esse Conversa com o Governador. 

 

EDMUNDO FILHO:

Governador, nós estamos às vésperas do Dia Nacional da Consciência Negra. Nesta data, sempre ressurgem temas como preconceito e discriminação. Como a sua gestão tem acompanhado essas manifestações na sociedade?

 

JAQUES WAGNER:

Infelizmente, a gente sempre encontra muito desse preconceito ainda pairando na cabeça de alguns, cuja cabeça está no passado. Então, temos ações afirmativas e a Secretaria – a criação da Secretaria – desde o primeiro governo, foi fundamental e depois a separação delas entre Secretaria das mulheres e Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, e a gente vem realmente fortalecendo muitas ações. Então essa é uma luta que é permanente, qualquer tipo de discriminação, qualquer tipo de intolerância é inadmissível na democracia moderna, na democracia brasileira. Nós somos uma nação de mais de mais de 200 milhões de habitantes que convivemos entre os diferentes, e por isso eu acho fundamental um país que foi o último a fazer o fim da escravidão no mundo, que foi o Brasil, que a gente fique atento e continue com políticas afirmativas no sentido da promoção da igualdade racial, e políticas também punitivas em relação àqueles que resistem e persistem em qualquer tipo de discriminação.

 

EDMUNDO FILHO:

E o que o senhor destacaria como políticas públicas esse mês em relação ao Novembro Negro, enquanto ação de conscientização e debate sobre o tema da igualdade racial, governador?

 

JAQUES WAGNER:

Nós vamos estar assinando, Edmundo, a regulamentação de decreto do estatuto da igualdade racial, que é uma lei já votada pela Assembléia por iniciativa do meu governo, é um estatuto inclusive bastante avançado em relação a tudo que existe no país, e vamos também fazer a assinatura aqui na Governadoria, da titulação de comunidades quilombolas dentro do Novembro Negro. Nós estamos também conseguindo inaugurar dentro lá do Centro de Referência Nelson Mandela a nossa biblioteca específica sobre a questão africana, a questão dos negros, a questão da diáspora, e vamos ter, a partir do dia 26 também, a Mostra de Cinema Negro, lá na Biblioteca Central, na sala de cinema, e também a Mostra de Cinema será o tema “Ancestralidade na África e Diáspora”. E ao longo desse oito anos fortalecemos o Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra, o CDCN, fizemos investimento de aproximadamente 10 milhões em editais e campanhas, e ampliamos também o Fórum Estadual de Gestores Municipais de Promoção da Igualdade Racial, e também a instituição da política estadual das comunidades remanescentes de quilombos.

 

EDMUNDO FILHO:

Falando agora de outro tema, governador: o seu compromisso de ir aos 417 municípios baianos. Qual é a sua percepção quando o senhor chega a uma cidade que nunca recebeu a visita de um governador de estado?

 

JAQUES WAGNER:

Olha, na verdade as pessoas sempre se surpreendem muito – foi assim semana passada – porque, primeiro, passou o processo eleitoral e então muita gente acha que o governador tendo eleito o seu sucessor dentro do grupo político, no caso Rui Costa, e tendo tido a vitória que nós tivemos na eleição da Presidenta Dilma, como se a pessoa parasse de trabalhar. E não é essa a realidade. Eu vou e as pessoas sempre se alegram muito. É claro, Edmundo, que uma pessoa de um município, principalmente de um município de interior menor, se sente orgulhosa de ver o governador do estado prestigiando o seu município, chegando para dialogar com o povo, para levar uma obra, para levar um benefício e, portanto, a receptividade tem sido muito boa, eu realmente vou deixar o governo em 31 de dezembro, e eu digo sempre, que com essa saudade que vai permanecer que é do contato com a população da capital e do interior. Sempre o povo é muito carinhoso, mesmo quando chega para pedir ou para reclamar de algo que não está acontecendo, de algo que está faltando, sempre é de uma forma muito educada, como é o povo baiano. E é com alegria que eu faço isso, porque eu acho que para governar bem tem que estar junto das pessoas. E por isso minha pretensão é ter visitado todos os municípios baianos até o final de dezembro deste ano.

 

EDMUNDO FILHO:

E é com esse objetivo que o senhor visita sete cidades esta semana, levando obras e serviços em Dom Basílio, Caturama, Aratuípe, Mascote e Tanque Novo, além de anunciar novos investimentos em Santa Luzia e Muniz  Ferreira?

 

JAQUES WAGNER:

É verdade, eu continuo trabalhando bastante, visitando os municípios, foi assim na semana passada. E essa semana, entre entrega de ônibus escolares e entrega de trator, eu vou visitar Tanque Novo entregando um trator com implementos agrícolas para a Associação Comunitária de Mocambo, que vai beneficiar mais de 300 famílias, e no programa de ônibus escolar, na parceria com o Governo Federal, nós que adquirimos vários ônibus desse programa, estou indo a Dom Basílio na quinta-feira, Caturama também na quinta-feira, entregando ônibus escolar, o que vai melhorar a questão do transporte escolar que foi um esforço que eu fiz muito grande no governo. Para você ter uma idéia, Edmundo, em 2006 o Governo estadual investia 6.6 milhões em transporte escolar. Nós, em 2013, investimos mais de 64 milhões. Portanto, dez vezes mais. E esses ônibus servem exatamente para contribuir. E na sexta-feira eu estou indo à Mascote também com a entrega de ônibus, e no sábado vou à Aratuípe, também para essa mesma entrega de ônibus. Então, só essa semana, naquela caminhada para efetivamente visitar todos os 417 municípios nos meus oito anos de governo.

 

EDMUNDO FILHO:

Governador Jaques Wagner, mais uma vez obrigado pela atenção e até o nosso próximo encontro. Um abraço.

 

JAQUES WAGNER:

Obrigado a você, Edmundo. Obrigado a vocês que nos acompanharam. Uma boa semana de muita paz, de muito trabalho, de muita saúde para todos e até a semana que vem em mais um Conversa com o governador.

 

VINHETA - CONVERSA COM O GOVERNADOR