• Turismo Bahia

Órgãos Vinculados:

  • IRDEB
  • Educadora FM
  • TVE Bahia
  • Pacto Pela Vida
  • Ligue  162 - Ouvidoria Geral

Governador

Jaques Wagner


jaqueswagnerJaques Wagner iniciou a militância política em 1969, quando cursava Engenharia Civil na Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ). Num dos momentos de maior efervescência do movimento estudantil, presidiu o Diretório Acadêmico de Engenharia. Em 1973, perseguido pelo regime militar, foi obrigado a deixar o  curso e sair do Rio de Janeiro. Chegou a Salvador em 1974. Desde então, Wagner nunca mais saiu da Bahia, estado onde iniciou sua trajetória profissional e política.

Em 1976, conseguiu seu primeiro emprego na indústria petroquímica como caldeireiro, numa fábrica em Candeias. No então recém criado Pólo Petroquímico de Camaçari, hoje Pólo Industrial de Camaçari, passou a exercer a função de técnico de manutenção enquanto o movimento sindical se reerguia no ABC paulista. Durante um congresso de petroleiros em Salvador, nos anos 80, conheceu o atual presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Junto com Lula, intelectuais e lideranças sindicais, participou da criação do Partido dos Trabalhadores (PT).

Foi o primeiro presidente do partido na Bahia ao mesmo tempo em que Lula foi o primeiro presidente nacional da legenda. Nesse mesmo período, também foi um dos fundadores da Central Única dos Trabalhadores (CUT).
Entrou para a diretoria do Sindiquímica-BA em 1981 e implementou mecanismos democráticos de gestão. Entre outras mudanças, aprovou a extinção do cargo de presidente e a instituição da diretoria colegiada. Dessa forma, protagonizou na Bahia uma das primeiras experiências de transformação da estrutura do sindicalismo brasileiro. Jaques Wagner também marcou sua passagem pelo movimento sindical com o início do processo de fusão entre sindicatos do mesmo ramo de atividade econômica como alternativa para fortalecer a organização dos trabalhadores.
 
Trajetória Política: Em 1990, Jaques Wagner iniciou sua carreira parlamentar.
Ao lado de Alcides Modesto, conquistou os primeiros mandatos na Câmara dos Deputados pelo PT baiano. Wagner foi reeleito em 1994 e 1998. Na Câmara, foi líder da bancada do PT em 1995 e vice-líder entre 1993 e 1998. Dois anos depois começou a trilhar o caminho rumo ao governo da Bahia, ao disputar sua primeira eleição majoritária, candidatando-se a prefeito de Camaçari.Em 2002, Wagner foi candidato ao governo da Bahia. Conquistou a confiança do eleitorado de Salvador com 220 mil votos de frente e somou mais de 2 milhões de votos em todo estado.

Jaques Wagner também foi ministro do Trabalho e Emprego durante o primeiro governo Lula. No Ministério, reformulou as políticas de emprego, trabalho e renda, abrindo caminho para a criação de 4 milhões de empregos com carteira assinada entre 2003 e 2006. Também combateu duramente o trabalho escravo, fato que levou o Brasil a ter posição de destaque pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), apontado como exemplo a ser seguido. Assumiu a Secretaria Especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República. Neste importante espaço, promoveu amplo e produtivo diálogo entre o governo, agentes econômicos, sociais e populares.

Sob sua coordenação, o Conselho elaborou a Agenda Nacional de Desenvolvimento. No auge da crise política, em 2005, assumiu a função de Ministro das Relações Institucionais, atendendo à convocação do presidente Lula. Ganhou projeção nacional como articulador político e interlocutor do governo junto à sociedade, contribuindo para solucionar a crise, recompor a base parlamentar do governo e consolidar a aliança que reelegeu Lula presidente em 2006.

Jaques Wagner foi eleito governador da Bahia em primeiro turno, no pleito de 2006, pondo fim à hegemonia do grupo político capitaneado pelo DEM - à época PFL. É reconhecido por introduzir práticas democráticas de gestão, a exemplo da abertura das contas governamentais para qualquer cidadão através do Transparência Bahia, da eleição direta para diretores e vicediretores de escolas da rede estadual e da desconcentração das oportunidades de desenvolvimento. 

Em sintonia com o governo do presidente Lula, definiu a área social como prioridade absoluta e assim reforçou os programas federais de transferência de renda e democratização de bens essenciais, como energia elétrica e água. Seu primeiro governo registra avanços expressivos na redução das desigualdades sociais históricas da Bahia, como a alfabetização de quase 1 milhão de jovens e adultos, a redução da pobreza e a geração de mais de 280 mil empregos formais.

Jaques Wagner foi reeleito em primeiro turno com 63,84% dos votos válidos e inicia seu segundo mandato com a aprovação de 60% dos baianos, segundo pesquisa de opinião divulgada dias antes da sua posse.

É casado com Maria de Fátima Carneiro de Mendonça, pai de três filhos e um enteado.



Contatos

Gabinete do Governador 
Avenida 3, nº 390, Plataforma IV, Prédio da Governadoria, 3º andar
Centro Administrativo da Bahia - CAB
CEP: 41745-005
Salvador - Bahia
Telefone: 55 (71) 3371-1166
Fax: 55 (71) 3371-0610

E-mail: info.site@governadoria.ba.gov.br



Recomendar esta página via e-mail: