• Fato ou fake?

Trabalho

16/09/2020 12:20

Projetos financiados pelo Funtrad atenderão 11 mil trabalhadores baianos

Um ato virtual realizado pelo Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), na manhã desta quarta-feira (16), marcou a assinatura dos termos de colaboração com entidades civis para a execução de 15 novos projetos de interesse social na Bahia.

Os projetos contarão com um investimento superior a R$ 3,6 milhões para beneficiar cerca de 11 mil trabalhadores, através de ações voltadas para juventude, empregos verdes, erradicação do trabalho escravo e promoção da igualdade de gênero, raça e da pessoa com deficiência.

Presidente do Funtrad, o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) Davidson Magalhães destacou a importância da iniciativa. “As ações do Funtrad vão exatamente no sentido inverso do quadro de desmonte da estrutura do mercado de trabalho que estamos acompanhando. São projetos voltados para o fortalecimento das regras trabalhistas básicas, para a valorização e reconhecimento do papel do trabalho na promoção da dignidade das pessoas”.  

Os projetos serão executados em diversos municípios do estado, com atividades de capacitação de trabalhadores, assistência a empreendimentos, estímulo à economia criativa, inclusão socioprodutiva e inserção/reinserção no mundo do trabalho.  

“O Funtrad é um destinatário natural das indenizações decorrentes da atuação do Ministério Público do Trabalho e encontra amparo também na Justiça do Trabalho. É importante lembrar que a seleção dos projetos ocorre via edital, com ampla divulgação para garantir vasta concorrência, possibilitando que a população menos favorecida possa encontrar eco das suas vozes dentro do Fundo”, ressaltou o procurador-chefe do MPT na Bahia, Luís Carneiro.  

Entre os projetos que serão desenvolvidos está "Inclusão com Cidadania" da Associação Educacional Sons do Silêncio (Aesos), voltado para a qualificação social e profissional de trabalhadores com deficiência e seus familiares. “O projeto terá um impacto muito grande para essas pessoas que há algum tempo não tinham oportunidade de qualificação. O Funtrad precisa ser fortalecido para que possa alcançar ainda mais trabalhadores”, afirmou a representante da instituição, Márcia Lemos. 


Fonte: Ascom/ Setre

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.