• Fato ou fake?

Agricultura Familiar

21/05/2020 17:50

Obras para construção do Armazém da Agricultura Familiar de Juazeiro são iniciadas

Teve início, nesta quarta-feira (20), a construção e reforma do Armazém da Agricultura Familiar, em Juazeiro, no norte da Bahia. A obra, que foi licitada em 2019, antes do período da pandemia, é resultado de um investimento de mais de R$ 4,6 milhões e visa fortalecer a Central de Serviços de Apoio à Agricultura Familiar do Território Sertão do São Francisco - Central da Caatinga.

A ideia é levar para a microrregião de Juazeiro a estrutura da Rede de Armazéns da Agricultura Familiar, com o intuito de aperfeiçoar as ações de comercialização e logística, e apoiar a agricultura familiar, fortalecendo as organizações econômicas na produção das comunidades tradicionais e assegurando a comercialização dos seus produtos no Território Sertão do São Francisco.

O empreendimento deve ficar pronto em fevereiro de 2021, como parte das ações do Pró-Semiárido, projeto executado pela Companhia de Ação regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida).

“O Armazém da Agricultura Familiar é uma estratégia para viabilizar a comercialização de diversos produtos agroecológicos e orgânicos da agricultura familiar, de cooperativas e associações do semiárido e de diversas outras regiões do Brasil, e tem também o objetivo de ofertar esses produtos aos consumidores através dos serviços de gastronomia e da venda direta da sua loja, que contará com mais de 4 mil itens”, explica o técnico em desenvolvimento Agroindustrial do Pró-Semiárido, Egnaldo Xavier.

O espaço será composto por um supermercado para exposição e comercialização de produtos (alimentícios e artesanatos) com a diversidade de produtos do estado da Bahia; restaurante e lanchonete, apresentando variedades de produtos regionais, naturais e orgânicos, com instalações aconchegantes, para servir alimentação regional no café da manhã, almoço e jantar, além dos lanches; e uma área de barzinho destinada ao convívio social, para ao cair da tarde, poder contemplar o pôr do sol no 'Velho Chico', estendendo pela noite com músicas ao vivo e eventuais shows culturais.

Fonte: Ascom/SDR

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.