• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • Banner racismo
  • Estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Comunicação

30/11/2019 17:14

Cultura é destaque no encerramento de seminário sobre comunicação pública

'A cultura para a emancipação humana' foi o assunto debatido na mesa final do seminário 'Os Desafios da Comunicação nas Administrações Públicas', que chegou ao segundo e último dia, neste sábado (30), no Hotel Real Classic, em Salvador. Esta parte final reuniu Maria Marighella, assessora especial da Secretaria da Cultura do Estado da Bahia (Secult); Ivana Bentes, professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e Célio Turino, ex-secretário de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura. O editor e fundador do Canal 247, Mauro Lopes, foi responsável por mediar a troca de ideias entre o trio e o público.

Maria Mariguella destacou que discutir a comunicação neste momento atual é um dos maiores desafios. "Encerrar esse seminário com a dimensão da cultura é um grande acerto, pois é preciso encarar a problemática de uma comunicação efetiva, não somente na administração pública, mas em todos os aspectos. E isso se faz com união, com diversidade de pensamentos e vivências", afirmou. 

Ivana Bentes ressaltou que "a cultura é protagonista de uma série de transformações sociais. Há uma mídia gigantesca, inclusive nas políticas públicas. Nunca foi tão importante que quem está no campo público entenda como a cultura é propulsora dos debates mais relevantes para a sociedade, inclusive no campo da comunicação".

Debates

Nesses dois dias, estiveram presentes no seminário secretários de comunicação, jornalistas e assessores de órgãos estaduais e municipais, bem como estudantes, comunicadores de movimentos sociais e interessados em política e administração pública. Dentre eles profissionais atuantes em cidades do interior da Bahia, como Conceição do Coité e Água Fria, e de outros estados, como o Ceará.

Um dos participantes foi o professor da Universidade Estadual do Ceará (UECE) Nelson Arruda. Para o acadêmico, "um evento como esse é de fundamental importância, pois é preciso cada vez mais discutir a comunicação pública, a nível federal, estadual e municipal". 

Promovido pelo Centro de Estudos de Mídia Barão de Itararé e apoiado pelo Governo do Estado, o evento teve a participação de nomes como o do escritor Fernando Morais, o diretor-geral do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb), Flávio Gonçalves, e o secretário de Comunicação Social da Bahia, André Curvello.

Repórter: Renata Preza

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.