• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • Banner racismo
  • Estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Planejamento

11/09/2019 09:59

Governo do Estado apresenta propostas da Bahia para o FNE 2020

O perfil da economia baiana e as principais ações do Governo do Estado, com destaque para os projetos que podem se beneficiar do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) 2020, foram apresentados durante a Reunião Estadual FNE 2020, realizada nesta terça-feira (10), em Salvador.

O evento, coordenado pelo Banco do Nordeste, é parte do processo participativo de elaboração da programação do fundo, instrumento de planejamento que apresenta à sociedade as expectativas de financiamento aos setores produtivos. Na oportunidade, técnicos e lideranças estaduais discutiram e validaram as estratégias e projeções de aplicação de recursos do FNE.

De acordo com Antônio Valença, coordenador executivo de Projetos Especiais, da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan), o fundo é a principal fonte de recursos para investimento na região nordeste. “A intenção é que mantenhamos a Bahia na liderança das aplicações do FNE”, explicou. Valença destacou, ainda, que a previsão é que os recursos superem os R$ 30 bilhões.

Destacam-se da proposta baiana os projetos do segmento de energias renováveis, em particular, eólica e fotovoltaica, o projeto Nordeste Conectado, iniciativa do Consórcio Nordeste parta ampliação da cobertura da rede de banda larga, o projeto d Sistema Viário Oeste, que contempla a construção da ponte Salvador-Ilha de Itaparica, a expansão da rede metroviária de Salvador/ Lauro de Freitas, o projeto de construção do VLT/Monotrilho que irá substituir as linhas de trem do subúrbio e ligará o bairro do comércio ao bairro de Ilha de São João em Simões Filho, além dos projetos do novo terminal rodoviário e do novo Centro de Convenções.

Previsto na Constituição Federal o FNE é um instrumento de política pública federal operado pelo Banco do Nordeste, cujo objetivo é contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Nordeste, através da execução de programas de financiamento aos setores produtivos, em consonância com o plano regional de desenvolvimento.

Fonte: Ascom/Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan)

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.