• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • Banner racismo
  • Estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Cultura

18/08/2019 08:00

Música e poesia emocionam público na terceira noite da Fligê

O início da noite de sábado (17) foi de muita música na Feira Literária de Mucugê (Fligê). Destaque para uma competição de poesias entre mulheres, o Slam Insubimisso, e o Sarau Literomusical, que reuniu criações de estudantes da rede estadual de ensino. A noite teve ainda o show da baiana Larissa Luz.

Promovido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado (SPM), em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado (Secult), o Slam Insubimisso de Mulheres Negras, comandado por Fabiane Lima e acompanhado pelo som da DJ Nai Kiese, reuniu poetisas com um discurso afiado e versos potentes sobre questões que fazem parte da vida da mulher negra nos tempos atuais.

De acordo com a coordenadora executiva de Articulação Institucional e Ações Temáticas da SPM, Lívia Borges, o Slam "pretende trazer, por meio da poesia e da literatura, conteúdos que empoderem a juventude, em especial as meninas, as mulheres negras”.

Na Fligê, a SPM também conta com um stand com material da campanha Respeita as Mina, utilizado para ações de sensibilização junto ao público do evento. "Aproveitamos essa agenda positiva, aqui na Chapada, para fazer a ativação da Campanha e tratar da Masculinidade Tóxica, um tema abraçado e discutido pelo Governo do Estado", completou Lívia.

Sarau

Os jovens que protagonizaram o Sarau estudam ou estudaram em escolas de 11 territórios e exibiram apresentações integrantes do Festival Anual da Canção Estudantil (FACE) e Tempos de Artes Literárias (TAL).

A dupla Larissa Novais, 18 anos, e Ezequiel Alves, 19 anos, veio de Nova Redenção e apresentou a poesia 'Súplica', que protesta contra a desigualdade e o preconceito contra o povo nordestino. "A Fligê é maravilhosa. Dá oportunidade a talentos locais e permite que as obras saiam de pequenas gavetas e passem a estar em uma grande e aberta gaveta, que pode ser acessada por todas as pessoas, sem julgamentos", parabenizou Larissa.

Durante toda a Fligê, educadores e técnicos da Secretaria da Educação do Estado fizeram a facilitação de workshops, encontros literários, oficinas, rodas de conversa, recitais e saraus.

Fligê

Neste domingo (18), último dia de evento, ainda acontecem oficinas, encontros literários, debates e rodas de conversa, além de espetáculos e exposições. O público total esperado para o evento é de aproximadamente cinco mil pessoas.

A Fligê é fruto da parceria entre Governo do Estado, Instituto Incluso e Coletivo Lavra, com patrocínio do Governo Federal. Informações adicionais, além da programação completa, podem ser obtidas no site www.flige.com.br .


Repórter: Renata Preza

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.