• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova

Fazenda

29/04/2019 15:26

Sefaz-BA inova na fiscalização com centrais de monitoramento

Um dos líderes do país em utilização dos dados fiscais digitais para aprimorar o trabalho do fisco, o Estado da Bahia inova no monitoramento on-line dos contribuintes a partir da atuação de centrais de controle. A iniciativa vêm melhorando a eficácia na análise das informações e no planejamento da fiscalização. 

Já são três centrais em funcionamento na Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA). Uma delas é o Centro de Monitoramento On-line (CMO), iniciativa pioneira no país para combater os chamados 'hackers fiscais'. As demais são a Coordenação de Operações Estaduais da Fiscalização de Mercadorias em Trânsito (COE) e a Central de Monitoramento de Transportadoras (CMT).

De acordo com o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, o novo modelo de fiscalização ganhou impulso após o lançamento, em 2015, do programa Sefaz On-line. O programa, explica Vitório, “vem promovendo uma intensa modernização do fisco baiano e realizando investimentos estratégicos no parque tecnológico da Sefaz-BA”. 

Entre outros avanços, os investimentos incluem a implantação de uma Sala de Controle para pesquisa e organização de informações extraídas de grandes volumes de dados (Big Data) e a multiplicação, por sete, da capacidade de armazenamento de dados da secretaria. “As centrais de controle configuram um novo conceito implementado a partir das diretrizes do Sefaz On-Line e estão contribuindo para melhorar os resultados da fiscalização”, afirma o superintendente de Administração Tributária, José Luiz Souza. 

O monitoramento baseia-se em informações geradas por fontes como a Escrituração Fiscal Digital encaminhada por 35 mil empresas de todo o Estado, as 88 milhões de notas fiscais do consumidor eletrônicas (NFC-e) e as oito milhões de notas fiscais eletrônicas (NF-e) emitidas mensalmente no estado, além dos documentos fiscais relacionados aos 15 mil caminhões de transporte de mercadorias que circulam diariamente pelas estradas baianas.

Fonte: Ascom/Sefaz-BA 

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.