• mapa de mídias
  • Investimentos na região sisaleira

Educar para Transformar

07/12/2017 17:20

Colégio é transformado em centro cultural no município de Ipiaú

Música, teatro e literatura. A arte agora faz parte da vida cotidiana dos alunos do Complexo Integrado de Educação de Ipiaú (CEI), no sul da Bahia. Na tarde desta quinta-feira (7), o governador Rui Costa lançou o Projeto Escolas Culturais na unidade de ensino, que é a décima a receber a iniciativa. 

“A arte pode mudar a vida das pessoas e, nas escolas, em conjunto com as matérias tradicionais, potencializa o aprendizado dos estudantes. O Projeto Escolas Culturais tem esse objetivo: transformar a escola num ambiente de criação e criatividade, com teatro, musica e cinema, não apenas para quem vive no ambiente escolar, mas para toda a comunidade”, afirmou Rui. 

O projeto já está em atividade nas cidades de Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Itaberaba, Feira de Santana, Teixeira de Freitas, Guanambi e Seabra. Nesta primeira etapa, 85 escolas que possuem vocação para as atividades culturais vão se tornar centros de cultura. 

Na ocasião, o secretário da Educação, Walter Pinheiro, destacou que "esta é uma mudança de perfil que estamos introduzindo na rede estadual, no que diz respeito a questões de novas ofertas, novos cursos e melhorias de infraestrutura, mas especialmente por associar essa estrutura tanto na formação das ciências como nas artes. Estamos pensando na caminhada futura de cada jovem, em como cada um se insere no mercado e na preparação dele para a vida". 

Já o diretor da CEI de Ipiaú, Thompson Bacelar, ressaltou que “através da arte, esses jovens ganham mais auto confiança. É uma oportunidade de aprendizado que vai além da sala de aula. São conhecimentos que eles levam para suas casas e, sem dúvida, continuarão presentes em suas vidas por muitos e muitos anos. A arte tem um potencial infinito". 

Educar para Transformar

O projeto, que faz parte do Programa Educar para Transformar, é uma iniciativa conjunta das secretarias estaduais da Educação, de Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e da Casa Civil. O objetivo é promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida.

Com o projeto, as unidades escolares passam a ter como foco o fortalecimento e a dinamização do ambiente escolar, visando potencializar os projetos estruturantes artístico-culturais que desenvolvem, além de fomentar atividades voltadas para o perfil da unidade.

Os secretários de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner; de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues; de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Carlos Martins; e da Administração, Edelvino Góes, também acompanham Rui em Ipiaú.

Repórter: Tácio Santos

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.