• Novembro Negro

Educar para Transformar

13/11/2017 18:35

Estudantes de Jacobina usam o grafite para embelezar o patrimônio escolar

Um grupo formado por 20 estudantes, que fazem os cursos técnicos de nível médio no Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Negócios (Ceep) do Centro Bahiano Professora Felicidade Jesus Magalhães, localizado em Jacobina, deram um novo visual à unidade de ensino. Como parte do projeto Grafitaê, eles expressaram suas ideias nos muros do Ceep através da técnica e da arte do grafite.

Para a realização das intervenções artísticas, os alunos participaram de uma roda de conversa sobre os temas a serem retratados, como 'Valorização da mulher negra', 'Cultura de paz' e 'Preconceito'. Além disso, numa oficina criativa, eles tiveram a oportunidade de criar os desenhos a serem grafitados. A atividade teve como instrutores os grafiteiros profissionais Cícero Matos e Iuri Silva.

Jessiane de Souza, 19 anos, que faz o curso técnico em Administração, afirma que o projeto despertou sua criatividade já aguçada para as artes visuais. “Ter participado do projeto Artes Visuais Estudantis [AVE] contribuiu para que eu pudesse grafitar de forma mais criativa. Meu desenho retrata a liberdade da mulher negra na sociedade”, comenta.

Já para o estudante José Aparecido, 22, do curso técnico em Informática, esta foi a segunda experiência com o grafite. “Por já conhecer a técnica do grafite, ficou mais fácil de expressar a minha opinião através da arte. Grafitei desenhos de cantores da Música Popular Brasileira como Carlinhos Brown e Negra Li, e estou realizado em poder contribuir para embelezar e preservar o patrimônio do Ceep”, revela.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.