• Novembro Negro

Educação

13/09/2017 10:40

Centro Juvenil de Ciência e Cultura em Barreiras promove Semana #GrafitaÊ

O Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Barreiras está promovendo, até esta sexta-feira (15), a Semana #GrafitaÊ com a realização de oficinas, jogos e atividades lúdicas. A iniciativa marca a culminância do projeto #GrafitaÊ, que estimula os estudantes a desenvolverem a criatividade por meio de intervenções artísticas no ambiente escolar.

Entre as outras atividades promovidas destaque para ‘Intervenção Lamb Lamb’, com colagens de papeis nas paredes da escola; ‘Batalha de Argumentos’, nos quais os estudantes debatem sobre termas como tecnologia, futuro e inovação; maratona de jogos eletrônicos como o ‘Just Dance e o Letroca’, além das oficinas de Empreendedorismo, Educação do Futuro e Projeto de Vida.

No #GrafitaÊ, os estudantes irão grafitar o muro lateral da escola e paredes internas. “A semana de atividades tem o objetivo de proporcionar aos estudantes um aprendizado divertido, com interação e que os façam refletir sobre o futuro e temas contemporâneos ligados ao dia a dia deles. Além disso, as intervenções artísticas do projeto tornam a escola mais dinâmica e humana”, destaca a gestora do Centro Juvenil, Laísa Brandão.

Grafitaê Barreiras
Foto: Divulgação/Educação

A estudante Lays de Oliveira, 16, que faz a oficina de Robótica, diz estar entusiasmada com as atividades. “Esta semana está bastante animada e convidei alguns amigos para participar. Estudei os temas para debater na Batalha de Argumentos e estou na expectativa do #Grafitaê porque vai ser a primeira vez que vou grafitar”. Para Taynara de Santana, 17, que participou da oficina de Empreendedorismo, o #GrafitaÊ vai despertar a criatividade de todos os estudantes. “Já estou pensando na arte que vou fazer com o grafite para chamar a atenção das pessoas e vai ser muito bom aprender a técnica da grafitagem”.

Sobre o CJCC

Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura são espaços dedicados à educação complementar, ao lazer criativo, à interação social, ao conhecimento tecnológico, à ciência e a tantas outras formas de saber que ultrapassam o conhecimento convencional. Nos centros, os estudantes das escolas estaduais participam de oficinas e cursos no turno oposto aos quais estão matriculados no ensino regular.
Ampliam o acesso da juventude baiana às temáticas contemporâneas e estas experiências vivenciadas também contribuem para que os estudantes possam descobrir sua vocação profissional. A rede estadual conta com os Centros Juvenis em Salvador, Senhor do Bonfim(centro norte) , Itabuna (sul), Barreiras (oeste) e Vitória da Conquista (sudoeste).

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.