• Novembro Negro

Igualdade

13/09/2017 14:00

Correntina sedia debates com povos e comunidades tradicionais

O município de Correntina, no Território Bacia do Rio Corrente, sediará nas próximas quinta (14) e sexta (15) a 20ª Reunião da Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT), instância vinculada à Secretaria de Promoção da Igualdade Racial da Bahia (Sepromi). O evento reúne lideranças de todas as regiões do estado, na Pousada Águas Cristalinas, sendo uma estratégia de interiorização das políticas públicas que envolvem os segmentos tradicionais da Bahia. A intenção do Governo do Estado, com os encontros regionais, é avançar no diálogo e nas ações conjuntas com a sociedade civil organizada.

O evento será aberto oficialmente pela secretária da Sepromi, Fabya Reis, que preside CESPCT, juntamente com o prefeito local, Nilson Rodrigues, que formalizará a adesão de Correntina ao Fórum de Gestores Municipais de Promoção da Igualdade Racial. Na programação estão previstos relatos de experiências de comunidades localizadas nos municípios de Formosa do Rio Preto, Correntina e Serra Dourada, além de visitas aos povos e comunidades tradicionais do entorno. Na pauta haverá, ainda, exposição sobre a conjuntura na região Oeste e rodas de diálogo com a sociedade civil e o poder público.


Sobre a CESPCT

A Comissão Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT) é uma instância colegiada, de caráter deliberativo, com a finalidade de coordenar a elaboração e implementação da Política e do Plano Estadual de Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais da Bahia. O grupo é formado por 18 representantes da sociedade civil dos seguintes segmentos: indígenas, ciganos, terreiros, marisqueiras e pescadores, fundos e fechos de pasto, geraizeiros, quilombolas e extrativistas, sendo composto também pelo poder público.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.