• Novembro Negro

Cultura

14/09/2017 10:00

Neojiba é atração de setembro no Domingo no TCA

O projeto Domingo no TCA do próximo dia 17, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, às 11h, será com a Orquestra Juvenil da Bahia e o Coro Juvenil, que apresenta ao público o tema ‘Danças e Rituais’ com obras de compositores franceses, espanhóis, russos e alemães, sob a regência de Guilherme Mannis, maestro titular da Orquestra Sinfônica de Sergipe. Esta edição será transmitida ao vivo pela Rádio Educadora FM. Os ingressos, a R$ 1 (inteira) e R$ 0,50 (meia) serão vendidos apenas no próprio dia do espetáculo, a partir das 9h, com acesso imediato ao teatro.

No repertório, danças de Johannes Brahms, Manuel de Falla, Vincent d’Indy, Igor Stravinsky, Aleksandr Borodin e Sergei Rachmaninoff. Um dos destaques do programa é ‘Dança Russa’, de Igor Stravinsky. O compositor russo deixou três balés essenciais do repertório sinfônico – ‘Pássaro de Fogo’, ‘Sagração da Primavera’ e ‘Petrushka’. Os dois primeiros já foram apresentados pela Orquestra Juvenil da Bahia.

Para essa edição do Domingo no TCA, os jovens músicos do Neojiba prepararam a ‘Dança Russa do Petrushka’. “Apresentar essa obra tem também o objetivo de introduzir a Juvenil da Bahia a esta obra prima de Stravinsky – o único dos três balés que ainda não está no repertório da Orquestra”, afirma Eduardo Torres, diretor musical do Neojiba.

Neojiba
Foto: Lenon_Reis

Outro destaque do repertório são as ‘Danças Polovtsianas’ do também russo Aleksandr Borodin. É um dos trechos mais conhecidos da ópera ‘O Príncipe Igor’, e será apresentada com a participação de membros da Orquestra Castro Alves (OCA). Também estão no repertório uma seleção das ‘Danças Húngara’s, de Brahms; ‘Dança Ritual do Fogo’, do balé El ‘Amor Brujo’, do compositor espanhol Manuel de Falla; o segundo movimento do septeto de sopros ‘Canção e Dança’s, de d'Indy; e ‘Danças Sinfônica’s, a última composição de Rachmaninoff.

Guilherme Mannis (maestro convidado)

Diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE) desde 2006, Guilherme Mannis também já atuou como regente convidado de grupos como a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), Petrobras Sinfônica, Amazonas Filarmônica, Sinfônica de Roma, Sinfônica de Rosário (ARG), Sinfonia Toronto, Orquestra Sinfônica Carlos Chávez, Sinfônica Nacional da Bolívia e World Youth Orchestra, entre outros. Já dividiu palco com artistas como Maria João Pires, Michel Legrand, Nelson Freire, Jean Louis Steuerman, André Mehmari, Emmanuele Baldini, Wagner Tiso, Amaral Vieira, Eduardo Monteiro, Ricardo Castro, entre outros.

Programa Neojiba

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem o objetivo depromover na Bahia o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos.
O Neojiba beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro.

Domingo no TCA

O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, equipamento da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (Secult), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Ao longo de 10 anos e mais de 100 edições, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo.

Fonte: Ascom/Teatro Castro Alves (TCA)

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.