• Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Campus Party

12/08/2017 18:30

Estudantes da rede estadual conquistam mais dois prêmios na Campus Party

Duas equipes dos Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC) de Salvador e Itabuna (sul) conquistaram premiações nas categorias Programação’ e ‘Design’, na etapa Regional Bahia da Olimpíada Brasileira de Robótica, realizada na tarde deste sábado (12) na Campus Party, que acontece na Arena Fonte Nova, na capital.

O prêmio de melhor programação ficou com a equipe ‘Robograma 09’, de Salvador, e o de design foi para a equipe do interior. “Itabuna tinha apenas dois meses de Oficina de Robótica no Centro Juvenil. Então, eles conseguiram avançar bem rápido”, afirmou o coordenador dos Centros Juvenis, Iuri Rubim. Ele disse que a premiação é o “reconhecimento de um trabalho que a Secretaria da Educação tem feito porque acredita que a robótica é uma dimensão importante desta educação contemporânea, a mais conectada com a vida real e a programação dos objetos”.

A premiação deste sábado se soma ao prêmio Maker, conquistado na sexta-feira (11) pelos estudantes da oficina de Robótica no Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista (sudoeste). Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, as premiações dos estudantes revelam o protagonismo deles na competição e na Campus Party.

“O envolvimento destes estudantes na oficina de robótica desperta o interesse por outras disciplinas associadas a este conteúdo e contribui para a formação do conhecimento, ao mesmo tempo que estimula a vocação para uma área de ponta no mundo da Ciência, Tecnologia e Inovação. Temos trabalhado para fortalecer o eixo pedagógico na rede estadual e os Centros Juvenis de Ciência e Cultura têm a proeza de trabalhar com temas inovadores”, enfatizou Pinheiro.

A olimpíada do conhecimento consiste na competição de robôs criados por meio de kits de robótica, com o uso, por exemplo de Lego. O desafio é construir e programar um robô que desempenha funções em um ambiente simulado, seguindo algumas regras específicas. O objetivo é despertar e estimular o interesse pela robótica e áreas afins e promover a difusão de conhecimentos básicos sobre robótica de forma lúdica e cooperativa.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.