• Prêmio de boias práticas 2017
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Mobilidade

20/06/2017 13:00

Novo viaduto na Avenida Paralela é liberado para tráfego

O primeiro dos três viadutos das obras complementares do metrô, na Avenida Paralela, está pronto e foi liberado para o tráfego de veículos, nesta terça-feira (20), com a presença do governador Rui Costa. Localizado na altura da loja Ferreira Costa, no sentido aeroporto, e na altura do Instituto Anísio Teixeira (IAT), no sentido Centro, o elevado vai substituir o retorno feito, anteriormente, no nível da Paralela, dando mais fluidez ao trânsito, reduzindo os congestionamentos, principalmente, em horários de pico, e oferecendo mais segurança para o motorista que trafega pela região. Nos próximos meses, serão entregues os outros dois viadutos que fazem parte do pacote de intervenções em mobilidade realizado pelo Governo do Estado, complementando o sistema metroviário da capital.

Antes da abertura do viaduto para o tráfego de veículos, Rui Costa falou sobre os investimentos realizados pelo Governo, com importantes mudanças na mobilidade urbana de Salvador. “Aqui é um investimento de R$ 21 milhões. Os três viadutos, juntos, somam R$ 60 milhões. Isso, além de viabilizar a obra do metrô, traz mais segurança à população, que terá mais conforto e, principalmente, mais segurança no trânsito. As melhorias e as transformações continuam na cidade. O próximo viaduto será entregue em julho. O metrô também segue avançando, com a conclusão e inauguração da Estação Mussurunga já em setembro”, revelou o governador.

Viaduto
(Foto: Mateus Pereira/GOVBA)


Viaduto

O viaduto entregue nesta terça possui quatrocentos metros de extensão, com duas faixas de tráfego, calçada para pedestres, iluminação pública e sinalização. Os motoristas poderão contar com um outro viaduto situado nas imediações do bairro de Alphaville, que deve ficar pronto em julho, e um terceiro, em construção na Avenida Caribé, próximo ao acesso para Stella Maris. As obras estão sob responsabilidade da concessionária CCR, que administra e o metrô e somam, juntas, R$ 60 milhões em investimentos para melhorar a vida dos baianos.

Esses três viadutos se integram a outras intervenções de mobilidade urbana que já estão em funcionamento, como os viadutos que formam o Complexo Viário Imbuí-Narandiba e aquele que liga a Orlando Gomes à futura 29 de Março, além do projeto túnel em construção que ligará as avenidas Pinto de Aguiar e Gal Costa. Juntas, essas obras vão possibilitar que a Avenida Paralela funcione como uma via expressa, ligando o centro ao aeroporto e região metropolitana, além de passar por ligações importantes que dão acesso à orla e ao Subúrbio de Salvador.

Com as obras, milhares de moradores das regiões são beneficiados, como a gestora social Márcia Lemos. “Eu estou achando ótima essa transformação. A população desse lado, perto do IAT foi contemplada, vai facilitar muito a nossa vida. O Governo do Estado está de parabéns pelo trabalho”, elogiou.

Sistema metroviário

Depois de iniciar o funcionamento de quatro novas estações da Linha 2, em maio deste ano, com Pernambués, Imbuí, CAB e Pituaçu, o metrô de Salvador continua avançando até o final de 2017, chegando até o aeroporto. E as mudanças não param nas estações e nos viadutos. Em setembro, ficará pronto o Terminal de Integração Pituaçu, com capacidade para receber 140 ônibus, por hora, viadutos de acesso e estacionamento. Tudo para permitir que o baiano gaste menos, andando com mais facilidade pela cidade. Já são mais de 300 linhas de ônibus metropolitanos e urbanos integradas, nas quais o passageiro paga apenas um bilhete, através do Metropasse, SalvadorCard e com o cartão de integração da CCR Metrô, e pode utilizar os dois modais.

Repórter: Anna Larissa Falcão

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.