• mapa de mídias
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Cultura

14/06/2017 22:20

Apresentação de ópera e exposição abrem festejos juninos no Solar Ferrão

As celebrações juninas em Salvador já foram iniciadas no Centro Cultural Solar Ferrão, no Pelourinho. Nesta sexta-feira (14), ocorreu a última apresentação do espetáculo ‘Oratório de Santo Antônio – Uma Ópera Junina’, apresentado pelo Núcleo de Ópera da Bahia, que reuniu grande público. Logo após a apresentação, foi aberta a exposição ‘Viva São João’, que segue em cartaz até o dia 30 de junho e reúne obras de artistas da capital e do Recôncavo. "Só se vê na Bahia. Ópera em cima e espetáculo aqui no chão. E agora essa exposição magnífica que tem como curadores os artistas de Cachoeira mostrando o outro lado da arte e da linguagem. Tivemos a linguagem musical e agora a visual. Todos os sentidos contemplados nesse São João", afirmou o secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal.

De acordo com o relações institucionais do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), André Reis, esta é a primeira vez, no Brasil e no mundo, que as rezas de Santo Antônio foram cantadas em formato de ópera. A apresentação teve duração de três dias, com início na última segunda-feira (12). Sobre a exposição, Reis afirmou que “vem com uma relação de trilogia dos santos juninos e também da importância da festividade de junho como um todo”.

Com curadoria de Marcia Schlapp e Gilson Sacramento, a mostra ‘Viva São João’ traz o universo junino através das obras expostas, as quais expressam em suas criações o poder de instituir tradições, reforçando a memória do passado, na representação do presente, propondo diferentes pontos de vista sobre a interpretação das tradições. São 16 expositores e 20 obras de arte, além da exposição para degustação do licor produzido nas cidades de Cachoeira e São Felix. "Essa exposição representa não só o São João ou o Santo Antônio, mas sim o que representa (a festividade) para cada artista na sua visão como tradição e arte", explica Marcia Schlapp.

A mostra já teve seis edições em Cachoeira e chega a Salvador pelo primeiro ano como parte da comemoração dos 50 anos do Ipac. "Nós queremos vários atos que marquem exatamente o papel institucional do Ipac dentro do que é sua ampla atividade na preservação do patrimônio cultural da Bahia. Eventos como o de hoje vão ocorrer durante todo o ano, marcando a nossa posição institucional", declarou o diretor geral do órgão, João Carlos de Oliveira. O público pode conferir as obras gratuitamente, de terça a domingo, das 13h às 17h.

Serviço

O quê:
Exposição ‘Viva a São João”
Onde: Centro Cultural Solar Ferrão – Rua Gregório de Matos, 45, Pelourinho.
Quando: até 30 de junho, de terça a domingo, das 13h às 17h.
Entrada Franca


Repórter: Lina Magali

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.