• Prêmio de boias práticas 2017
  • São João da Bahia

Governo

14/06/2017 19:24

Gestores da SDR recepcionam estagiários do programa Partiu Estágio

Os novos estagiários da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), selecionados pelo programa Partiu Estágio, do Governo do Estado, foram recepcionados nesta quarta-feira (14), na sede da unidade, pelo titular da pasta, Jerônimo Rodrigues, pela coordenadora executiva de Desenvolvimento Agrário (CDA), Renata Rossi, entre outros dirigentes e técnicos da Secretaria. Nessa primeira etapa, foram selecionados dez estudantes de graduação, das áreas de Administração, Gestão em Recursos Humanos, Direito, Engenharia de Agrimensura e Cartografia e Ciências Biológicas, que atuarão nas diversas unidades da SDR.

O secretário Jerônimo Rodrigues ressaltou que a realização do estágio requer orientação pedagógica e que, por isso, vai ser necessário a equipe técnica da SDR dedicar um tempo para realizar esse trabalho. “Então a expectativa é que essa turma de estagiários, que está chegando, irá revolucionar a Secretaria, porque traz uma bagagem de conhecimentos da vida prática e da universidade, mas também vai aprender com a nossa atuação, o que irá possibilitar ainda a ampliação das oportunidades de colocação no mercado de trabalho”.

Janilson Leão, estudante do 5º semestre de Direito, considera maravilhoso o programa Partiu Estágio e tem a expectativa de conhecer as ideologias a respeito do desenvolvimento rural e da atuação da secretaria no cuidado das unidades de produção familiar. “Ao longo desse um ano de estágio, espero contribuir, efetivamente, com esse processo de assessorar o público atendido pela secretaria, melhorar o nosso sistema, inclinar o nosso olhar para aqueles que estão mais distantes, vivendo situações difíceis, e minimizar a burocracia, porque, agilizando o processo, as coisas boas podem ser vivenciadas com mais rapidez e fluidez”.

Luciana Oliveira, estudante do Curso de Ciências Biológicas, ainda não conhecia a SDR, mas a escolheu a Secretaria pelo fato de ser natural da região semiárida. “Um dos meus objetivos em escolher a SDR é estar adquirindo conhecimentos e levar para a minha comunidade rural”.

Filipe da Silva, do 7º semestre do Curso de Engenharia de Agrimensura e Cartografia da Universidade Federal da Bahia (Ufba), ressaltou que é grande a expectativa para o início do estágio e que é ótima a iniciativa do Estado com esse programa, que garante um amplo número vagas para os estudantes, especialmente aqueles que ainda não conseguiram estagiar. “Espero, ansioso, colocar em prática os conteúdos dados em sala de aula que precisam ser colocados em prática”.

“Minha expectativa com o estágio é tentar relacionar o aprendizado de sala de aula com a prática com que o governador falou, isto é, conciliar o trabalho técnico com a necessidade da comunidade, fazendo projetos que venham beneficiar a população que precisa ser assistida”, afirmou Irlan Almeida, do 8º semestre do Curso de Engenharia de Agrimensura e Cartografia da Ufba.

Valdinéia dos Santos, do Curso de Administração da Ufba, afirma que as expectativas são as maiores possíveis, apesar de não ter conhecimento sobre o trabalho desenvolvido pela Secretaria. “Poder aprimorar e ampliar os meus conhecimentos na Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) vai ser enriquecedor para mim, tanto como experiência pessoal, quanto profissional e espero dar o meu melhor e contribuir para a SDR e as unidades que a compõem”.

“Por ser do interior e ter agricultores na família, a expectativa é muito grande de aprendizado nessa caminhada de estágio na SDR”, salientou Marcela Martins, 8º semestre do Curso de Direito da Universidade Católica do Salvador (Ucsal).

Programa Partiu Estágio

O programa Partiu Estágio tem o objetivo de garantir o acesso de jovens universitários que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. Entre os critérios de seleção é estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e ter estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

Nessa primeira etapa, 67% dos contratados são mulheres, 65% inscritos no CadÚnico, 83% se declaram negros ou pardos e 96% oriundos de escolas públicas. A previsão é que o número de estagiários, de instituições federais e particulares sediadas na Bahia, ultrapasse 2.400. Os selecionados receberão uma bolsa-auxílio de R$ 455 mensais e transporte.

Fonte: Ascom/SDR

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.