• mapa de mídias
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Cultura

16/06/2017 09:00

Domingo no TCA faz São João sinfônico com a Osba

De Bach a Luiz Gonzaga, passando por Dominguinhos e Sivuca. A música popular e a música orquestral mais uma vez se encontram num concerto da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), desta vez, trazendo o clima do forró do São João do Nordeste para a Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA). O espetáculo ‘São João Sebastião: Forró Sinfônico da Osba’ será apresentado dentro do projeto Domingo no TCA, neste dia 18, às 11h. Os ingressos, a R$ 1 (inteira) e R$ 0,50 (meia), são vendidos apenas no dia do espetáculo, a partir das 9h, com acesso imediato do público.

Com regência do maestro Carlos Prazeres e a participação de dois sanfonistas solistas convidados – o carioca Marcelo Caldi e a baiana Lívia Mattos –, o concerto tem em seu programa peças como a Sinfonia da Cantata BWV 156 ‘Ich Stehe mit einem fuss im Grabe’, Suíte nº 2 e Erbarme Dich, de J. S. Bach, e canções como ‘Sabiá’, de Dominguinhos, ‘Asa Branca’ e ‘Xote das meninas’, de Luiz Gonzaga, e ‘Feira de Mangaio’, de Sivuca.

Domingo TCA
O espetáculo ‘São João Sebastião: Forró Sinfônico da Osba’ terá dois sanfonistas solistas convidados.
(Foto: Maurício Serra)

O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, equipamento da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (Secult), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Ao longo de 10 anos e mais de 100 edições, o projeto já pertence à agenda cultural de Salvador, englobando apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo. Leia mais no site do TCA.

Nova gestão da Osba

Após a consolidação do processo de publicização, a Associação de Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA), Organização Social sem fins lucrativos, é responsável pela gestão da Osba, que, neste novo modelo, passa a fazer parte do Programa Estadual de Organizações Sociais, mas permanece como patrimônio público, sendo ainda subsidiada pelo Governo do Estado e corpo estável do TCA, há 35 anos.

Fonte: Ascom/Teatro Castro Alves (TCA)

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.