• Programa Primeiro Emprego
  • Prêmio de boias práticas 2017
  • Partiu Estágio
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Cultura

19/03/2017 07:30

Filme Travessia tem pré-estreia para mais de 500 convidados

Gravado em Salvador, o filme Travessia, do diretor baiano João Gabriel, teve pré-estreia realizada numa sala de cinema em Salvador, na noite deste sábado (19). Artistas de renome nacional, como os atores Chico Diaz, Caio Castro, Caco Monteiro e Amaurih Oliveira assistiram pela primeira vez a produção, acompanhados de mais de quinhentos convidados.

Na trama, desentendimentos levam o personagem Roberto (Chico Diaz) a se distanciar de Júlio (Caio Castro), seu único filho, que está envolvido com tráfico de drogas sintéticas. Ambos buscam novos caminhos, mas um acidente inusitado provoca o reencontro dos dois. Antes mesmo da sua estreia oficial nos cinemas, o longa foi exibido no estado de São Paulo, durante a 39ª Mostra Internacional de Cinema, onde foi premiado nas categorias Melhor Filme e Melhor Ator, com o ator Chico Diaz em destaque.

Para o artista, “é uma honra ganhar um prêmio com este filme. Porque ele foge a tendência da indústria de que ele tem que ser feliz, eufórico, ação. Ele é um filme que explora o lado humano. Fico muito feliz com o reconhecimento. As críticas são muito boas também. O João Gabriel cavou fundo e conseguiu extrair o melhor de cada um de nós”, afirma Diaz.

De acordo com Caio Castro, que frequenta Salvador há mais de dez anos, a produção de Travessia contribuiu para que ele conhecesse a capital baiana sob uma nova perspectiva. “O João conseguiu mostrar uma Salvador fora do cartão postal. Ele conseguiu mostrar a cidade fora do Carnaval que a gente está acostumado. Mostrou uma Salvador que é uma metrópole, terra de outras profissões que vão além da música. Achei isso genial e aprendi muito com isso”, destaca o ator.

Travessia conta com incentivo do Governo do Estado, por meio do edital setorial do audiovisual, do Fundo de Cultura, que é gerido pelas secretarias da Cultura e da Fazenda. Para o diretor do longa metragem, João Gabriel, o apoio financeiro por parte da administração pública é importante para reforçar a cadeia produtiva do cinema.

“É fundamental que o governo invista em cultura: teatro, música, cinema. Porque fomento às artes é algo muito importante para a sociedade. Ter recursos programados para essa destinação alimenta o cidadão com conteúdo relevante. O artista precisa deste incentivo para continuar criando coisas que contribuam para o desenvolvimento“, enfatiza João Gabriel.

Com uma hora e meia de duração, Travessia chega aos cinemas no dia 23 de março e promete provocar reflexões sobre diversos aspectos da vida, como a relação familiar. Quem já teve a oportunidade de assistir a produção, gostou do que viu. “Saí da sala muito pensativa, analisando vários momentos da minha vida. Como trato as pessoas, como me posiciono numa relação e sobre como não cultivar a distância das pessoas que amo”, conta a DJ Paula Rocha.


Repórter: Leonardo Martins

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.