• Prêmio de boias práticas 2017
  • Partiu Estágio
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Cultura

17/02/2017 12:20

Gilberto Gil ensaia no Palácio da Aclamação neste sábado

O cantor e compositor baiano Gilberto Gil ensaia neste sábado (18), às 14h, no Palácio da Aclamação, localizado na Avenida Sete de Setembro, em Salvador, com o Núcleo de Ópera da Bahia (NOP) e o bloco Cortejo Afro. A iniciativa faz parte do Projeto de Dinamização de Espaços do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), que começou com os ensaios pré-carnaval do Cortejo na Praça das Artes (Pelourinho) e continua com o Aclamação. “Além de trazer intensa programação artístico-cultural para largos, praças e museus do Ipac, estamos convidando empresários e produtores para novas parcerias público-privadas de ocupação”, explica o diretor-geral do instituto, João Carlos de Oliveira.
 
O evento deste sábado (18) é fechado para artistas, autoridades e imprensa. Gilberto Gil é padrinho do NOP e é homenageado neste Carnaval 2017 pelo Cortejo. O ensaio será com músicas de Gil e arranjos do diretor do NOP, maestro Aldo Brizzi, para o último ensaio do Cortejo na Praça das Artes, que acontece segunda-feira (20), às 21h. 

Ao longo de 2017, o NOP usará o Salão Nobre do palácio para ensaios e apresentações. A ópera Treemonisha também será ensaiada para apresentações em Lisboa, nos meses de abril e maio. Logo depois, começam ensaios para três outras óperas: sobre terreiros de candomblé, infanto-juvenil e outra sobre festejos juninos.
 
“Estamos ansiosos para ensaiar com o piano de cauda Steinway, adquirido pelo Aclamação na década de 1940, pois é um dos melhores do Brasil, fabricado em cedro do Líbano, madeira rara”, comemora Aldo. Segundo ele, o Palácio da Aclamação sediará ‘Concertos de lieder’ – apresentações de obras com estrutura musical a partir de poemas. “As sessões incluirão de Dorival Caymmi [1914–2008] a Richard Wagner [1813—1883]. Cada uma terá um diretor de cena”, completa o maestro.
 
Em alguns desses trabalhos, o NOP terá a participação do Coral do Ipac, que ensaiará nas terças e quintas, no Palácio, com preparação vocal de Graça Reis (soprano do NOP) e regência de Brizzi. O núcleo é formado por cerca de 70 músicos, cantores e bailarinos e fez a estreia mundial da versão em português da ópera Treemonisha com orquestração de Brizzi, em 26 de janeiro, no Teatro Castro Alves (TCA). 

Fonte: Ascom/Ipac

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.