• Programa Primeiro Emprego
  • Prêmio de boias práticas 2017
  • Partiu Estágio
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Investimentos na região sisaleira

Segurança

10/02/2017 11:50

Mais de R$ 1 milhão em viaturas reforça segurança no extremo sul

Sete municípios do sul da Bahia receberam, na manhã desta sexta-feira (10), reforço na segurança pública com 14 novas viaturas para as Polícias Civil e Militar, com investimento na ordem de R$ 1,27 milhão. Foram oito veículos para a PM de Alcobaça, Teixeira de Freitas, Itamaraju, Medeiros Neto e Mucuri, além de seis carros para a 8ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin-Polícia Civil), na região de Alcobaça, Teixeira de Freitas, Mucuri, Itanhém e Prado.

Depois de ser recebido com música pela Orquestra do projeto Dona Flora e pela Filarmônica Lira São Bernardo, de Alcobaça, o governador Rui Costa realizou as entregas no centro de Alcobaça. Os policiais receberam as chaves das mãos do governador, que comemorou aquele que considera um dos investimentos prioritários de sua gestão, a segurança pública. “Nosso objetivo é melhorar a eficiência, mas também economizar na manutenção desses veículos. Porque valorizamos o trabalho desses homens e mulheres que, todos os dias, colocam suas vidas à disposição da sociedade por uma Bahia mais segura”.


viaturas
(Fotos: Manu Dias/GOVBA)

Para o extremo sul, foram quatro motos, sete Rangers, um Spin e dois Palio Adventure. Essas viaturas estão entre as mais de 1.600 viaturas entregues para as polícias Civil e Militar, entre 2015 e 2017, com investimentos na ordem de R$ 200 milhões. Para o major Edmar Leão, da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), de Medeiros Netos, a nova viatura é um reforço importante para que a população tenha uma resposta ainda mais efetiva da PM. "Essa viatura se soma àquelas que já temos para aumentar ainda mais o nosso raio de atuação dentro da área de jurisdição da Companhia, são vários distritos e uma zona rural bastante extenso. Vamos ampliar as nossas ações e trabalhar para que a população se sinta ainda mais segura", contou o major.

Bahia Produtiva

Ainda na cidade, o governador Rui Costa assinou novos convênios do projeto Bahia Produtiva para o desenvolvimento da bovinocultura, caprinocultura e apicultura do extremo sul. Foram beneficiadas seis associações de pequenos produtores, beneficiando 148 famílias do interior da Bahia. "Venho para Alcobaça fazer o que tenho feito em todo o interior do estado, que é apoiar a agricultura familiar, já que, somente na Bahia, são mais de 700 mil famílias vivendo do que produzem. O nosso desejo é que com essas máquinas, apoio técnico, os agricultores ganhem mais, gerem mais emprego e tenham uma vida melhor”, ressaltou o governador.

Para a presidente da Associação Sombra da Tarde, de Alcobaça, Alaíde Sincorá, a caprinocultura da região está reforçada com os novos investimentos. "Esse incentivo melhora muito, principalmente, as condições de trabalho, porque antes éramos uma associação que não tinha nada, e hoje já conseguimos ter uma produção que nos traz um retorno financeiro bom. E agora fica ainda melhor. Estamos muito felizes porque temos orgulho de fazer parte desse projeto tão bonito que leva desenvolvimento pro interior ", comemorou Alaíde.


Bahia Produtiva
(Foto: Manu Dias/GOVBA)


Essas associações estão entre os cerca de 400 projetos contemplados pelo Bahia Produtiva, por meio de cinco editais que beneficiaram mais de 13 mil agricultores familiares de todos os territórios de identidade, com investimento de R$127,6 milhões. E os investimentos não param por aí. Este ano estão previstos três novos editais para as cadeias produtivas da mandiocultura, oleaginosas e fruticultura, com investimentos da ordem de R$ 39 milhões.

Executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o Bahia Produtiva utiliza recursos de empréstimo junto ao Banco Interamericano Reconstrução de Desenvolvimento (Banco Mundial), financiando obras, equipamentos, assistência técnica, treinamento, estudos, entre outras iniciativas. A ideia é promover negócios da agricultura familiar de forma a desenvolver uma vida no campo sustentável e rentável para as famílias.


Repórter: Anna Larissa Falcão

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.