• Portal SEI
  • Festival

Esportes

26/06/2015 18:00

Tabela e regulamento da Copa 2 de Julho de Futebol Sub-15 são definidos

Os grupos das equipes da 8ª edição da Copa 2 de Julho de Futebol Sub-15, que começa na próxima quarta-feira (1º) e segue até o dia 12, foram anunciados pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), em reunião nesta sexta-feira (26). O encontro ocorreu na Tribuna de Honra do Estádio de Pituaçu, em Salvador, com representantes das equipes que vão disputar a competição.

O torneio terá a participação de 40 equipes, entre elas clubes tradicionais como Flamengo (RJ), Palmeiras (SP), Cruzeiro (MG), Atlético (MG), Santa Cruz (PE), Sampaio Corrêa (MA), Moto Clube (MA) e CRB (AL), além de Bahia e Vitória. As partidas serão disputadas em Salvador, Mata de São João, Dias D'Ávila, Feira de Santana, Inhambupe, Rio Real, Aporá, Simões Filho, Madre de Deus, Saubara, São Francisco do Conde, Lauro de Freitas, Camaçari, Conceição do Jacuípe e Amélia Rodrigues. 

A Copa 2 de Julho de Futebol é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Sudesb, autarquia vinculada à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Federação Baiana de Desportos de Participação (Fbdpar) e da Federação Bahiana de Futebol (FBF), além das prefeituras que vão sediar jogos.

Inclusão social 

A tabela da competição está dividida em oito grupos de cinco equipes. Na primeira fase, cada equipe disputa jogos entre si, em turno único, dentro de cada grupo. Os dois melhores estarão classificados para a fase seguinte. A oitava edição será disputada na categoria Sub-15. 

Para o coordenador de Excelência Esportiva da Sudesb, Sinval Vieira, competições como a Copa 2 de Julho promovem “a inclusão social, a geração de emprego e renda, utilizando o esporte como ferramenta principal. Muitos garotos já conseguiram o primeiro emprego através de nossas copas Sub-17 em toda a Bahia". 

Segundo ele, "a realização na categoria Sub-15 foi uma recomendação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que vai possibilitar competição de bom nível técnico em formato pouco utilizado no Brasil, o que pode garantir mais oportunidades para as equipes baianas”.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.