• Portal SEI
  • Festival

Esportes

11/06/2015 12:30

Time de Futebol de 5 da Bahia disputa mundial na República Tcheca

A equipe de Futebol de 5 do Instituto de Cegos da Bahia tem colecionado bons resultados ao longo dos anos. Comandado pelo técnico Gerson Coutinho, o time é hexa campeão brasileiro (2009, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014) e, na manhã desta quinta-feira (11), partiu em busca de mais uma conquista de nível internacional. O grupo, formado por sete atletas e dois membros da comissão técnica, embarcou para a República Tcheca, onde vai disputar o tricampeonato do Bucovice Blind Football Cup 2015, competição que reúne os principais times desta modalidade esportiva. 

Incentivadora há três anos, a Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), vinculada à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), patrocinou a equipe e disponibilizou as passagens aéreas, agasalhos e materiais esportivos. “A Sudesb já está apoiando a gente há anos. Em 2015 nos patrocinou novamente. Se não fosse o órgão, não teríamos conseguido essa oportunidade que coloca os meninos mais uma vez em uma competição de ponta e que serve para valorizá-los”, afirmou Gerson Coutinho. 

"Temos orgulho em ver o Futebol de 5 da Bahia se destacando no mundo. Nossas expectativas são as melhores para esta competição mundial que a equipe irá disoutar nos próximos dias. A Sudesb tem buscado sempre apoiar este e muitas outras modalidades esportivas, sempre na perspectiva de promover o desenvolvimento humano e garantir a inclusão social de crianças e jovens por meio do esporte", acrescenta o diretor-geral da Sudesb, Elias Dourado.

No elenco, o time conta com três jogadores campeões com a Seleção Brasileira de Futebol de 5 nas Paraolimpíadas de Londres, em 2012. Jefinho, 25 anos, é um deles. O atleta, considerado o melhor jogador do mundo da categoria em 2010, atribui aos resultados a união do grupo. “Uma pessoa só não consegue grandes resultados. O futebol é um esporte de equipe. Todos têm que trabalhar, e nesse grupo, todo mundo se doa ao máximo. Esse é o segredo do sucesso”.

Inclusão social 

Para os jovens, a oportunidade de trazer na bagagem mais um bom resultado é também uma chance de inclusão social. “Aos poucos, o Futebol de 5 tem se tornado mais conhecido. Em muitas partidas, os ginásios já ficaram lotados. A torcida incentiva e percebe que uma pessoa com deficiência visual tem obstáculos na vida como qualquer outra, e temos como superar nossas limitações. Nos sentimos incluídos na sociedade”, garante Tiago Nascimento, atleta de 23 anos. O retorno da equipe ao Brasil está previsto para o dia 19. Antes disso, o time participa de dois amistosos em Viena, na Áustria.

Atualizada às 16h04
Publicada às 12h30

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.