• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova
  • Prêmio Boas Práticas

Segurança

09/03/2015 18:40

Secretário de Comunicação visita obras do Centro Integrado de Gestão de Emergências

O Centro Integrado de Gestão de Emergências (Cige), no Centro Administrativo (CAB), maior estrutura na área da Segurança Pública na história da Bahia e que será referência no cenário nacional, recebeu a visita do secretário de Comunicação, André Curvello, nesta segunda-feira (9). Orientado pelo chefe da Segurança Pública na Bahia, Maurício Teles Barbosa, ele conheceu a unidade onde funcionará o cérebro operacional da polícia baiana.

Representantes das polícias Militar, Civil, Técnica, Bombeiros, Federal, Rodoviária Federal, além das Forças Armadas e integrantes de órgãos municipais de trânsito e da Defesa Civil vão trabalhar no Cige, que tem como principal conceito integrar as ações das forças de segurança federal, estadual e municipal. “Essa é a nossa principal entrega, dentro de todo o planejamento na área de segurança que traçamos. O Cige ampliará a integração que já conquistamos e colocamos em práticas no dia a dia e nos grandes eventos que sediamos”, afirmou o secretário.

Com 14 metros de altura, um telão mostrará em tempo real as imagens das câmeras espalhadas por todo o estado, além do posicionamento das viaturas, por meio do GPS. Nos quatro andares do centro funcionarão também o call center do serviço 190, a Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e o Disque-Denúncia. “Colocaremos os nossos principais equipamentos de monitoramento, inteligência policial e canal de comunicação com a sociedade trabalhando no mesmo espaço, ajudando na tomada de decisões”, explicou Barbosa.

Vanguarda

No fim da visita, André Curvello classificou o Cige como um divisor de águas na polícia da Bahia. “Com o funcionamento de todos esses equipamentos, o nosso estado será referência no Brasil”, disse o secretário de Comunicação. Com mais de 69% das obras concluídas e já na fase inicial de acabamento, o prédio está sendo construído num terreno de 13 mil metros quadrados e dispõe também do suporte de um heliponto, localizado no terraço da unidade. 

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.