• mapa de mídias
  • SAC
  • Campanha Zika
  • novo site da prodeb

Órgãos Vinculados:

  • Ouvidoria Geral do Estado
  • Campanha de Combate ao mosquito transmissor do Zica Virus
  • Ouvidoria Geral do Estado da Bahia. Você participa, a Bahia melhora.
  • Eu amo a escola pública
  • O Projeto Luta Cidadã trás novas oportunidades para os jovens de bairros que já contam com Bases Comunitárias de Segurança.

Segurança

06/02/2015 18:00

SSP apresenta armas apreendidas durante operação na Estrada das Barreiras

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) apresentou, na tarde desta sexta-feira (6), o material apreendido durante a operação policial realizada na localidade de Estrada das Barreiras durante a madrugada de hoje. Durante coletiva na sede da SSP, foram expostos armamentos, munições, explosivos, drogas, aparelhos celulares, dinheiro em espécie, colete à prova de balas, além de fardamento semelhante ao utilizado pelo Exército Brasileiro. A apreensão foi resultado da abordagem realizada por três guarnições da Rondesp-Central e terminou em confronto entre os policiais e integrantes de uma quadrilha especializada em roubos a bancos e caixas eletrônicos.

De acordo com a SSP, a Rondesp recebeu denúncia de que um grupo planejava assaltar uma agência bancária na região e nove policiais, divididos em três viaturas, foram convocados para atender ao chamado. Quando chegaram ao local, os PMs encontraram um veículo e cerca de seis homens próximos a uma agência da Caixa Econômica. Ao se dirigirem ao grupo, eles atiraram contra os agentes e fugiram em direção a um matagal, onde havia outros integrantes da quadrilha escondidos, num total de cerca de trinta pessoas.

Durante o confronto, um sargento foi atingido de raspão na cabeça, doze integrantes da quadrilha morreram, outros três ficaram feridos e foram socorridas a hospitais de Salvador. Um menor foi apreendido. Entre os feridos, todos foram autuados em flagrante e um deles já recebeu alta, enquanto dois permanecem internados.

Segundo o comandante da Rondesp-Central, o major Agnaldo Ceita, o objetivo é sempre o de evitar o confronto, mas os agentes também são treinados para reagir a abordagens violentas por parte de bandidos. “O que houve foi uma ação em legítima defesa e proporcional à atitude dos bandidos, através das técnicas que recebemos e que nos preparam para situações de perigo, como a que ocorreu durante a madrugada. Ainda voltamos ao local com outra guarnição para recolher qualquer material que pudesse ter ficado no local e fomos, mais uma vez, recebidos a tiros”.

Como a operação na Estrada das Barreiras foi resultado de investigações do Serviço de Inteligência da polícia, as averiguações com relação ao confronto na Estrada das Barreiras não estão encerradas, de acordo com o diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Jorge Figueiredo. “Além de reforçar o policiamento na região, instauramos um inquérito, já ouvimos todos os nove PMs envolvidos e as armas dos agentes também serão periciadas. Continuamos investigando casos como esse com o objetivo de coibir a prática de roubos e explosões contra instituições financeiras”, explicou.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.