• mapa de mídias
  • Portal SEI
  • RH Bahia
  • RH Bahia
  • Casa Nova

Esportes

27/11/2014 14:30

Atleta Allan do Carmo visita obras do Parque Aquático Desportivo da Sudesb

O campeão mundial de Maratonas Aquáticas e tetracampeão brasileiro da categoria, Allan do Carmo, visitou nesta quinta-feira (27) as obras do Parque Aquático Desportivo da Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), localizado na Avenida Bonocô, em Salvador.

O atleta baiano, que recebe apoio do Governo do Estado, por meio do Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador Olímpico e Paraolímpico (FazAtleta) e da Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás), afirma ter gostado do que viu.

“A impressão é das melhores. A gente fica na expectativa para ver como vai ficar quando estiver pronta. Vai ser um dos melhores equipamentos do Brasil. Hoje temos muitos atletas bons que vêm dando resultados, e eles vão ter mais um recurso para melhorar seus desempenhos”, diz Allan.

Aproximadamente 50 operários trabalham para deixar o Parque Aquático Desportivo pronto até março de 2015. As obras estão avançadas. Segundo os técnicos, 70% já foram concluídas. Em uma área de aproximadamente 3.400 metros quadrados estão as duas piscinas, que vão atender esportistas baianos. A piscina olímpica vai ser utilizada para treinamento e competição, enquanto a semiolímpica é destinada ao aquecimento dos atletas.

Alta tecnologia

Com equipamentos de alta tecnologia, a estrutura foi pensada para o bom desempenho dos nadadores. “A piscina foi pensada para alta performance e tem algumas condições técnicas que favorecem, como a velocidade do atleta”, explica o arquiteto da Superintendência de Construções Administrativas da Bahia (Sucab), Andrei Beramendi.

Ele destaca a profundidade de três metros, o que evita maiores atritos de ondulações vindas do fundo da piscina. São dez raias - duas a mais do que a maioria das piscinas olímpicas – e tem dimensão de 25x50 metros, facilitando a dispersão das ondulações. Outra característica é a borda de transbordamento, evitando que a água volte e atrapalhe o atleta.

Para o treinador Rogério Arapiraca, que também acompanhou Allan do Carmo na visita, o Parque Aquático Desportivo da Sudesb vai ser muito importante para o futuro do esporte no estado.

“A gente está em nossa casa e isso é muito bom. É uma vantagem não precisar treinar em outro lugar. Essa piscina oferece todas as condições de treinamento para os atletas – profundidade e largura. É exatamente isso que os atletas estão precisando para fazer bons treinos”, afirma Arapiraca.

Esporte profissional


Celeiro de grandes atletas, a Bahia se prepara para dar um passo importante no esporte profissional. Com a instalação das piscinas públicas, o estado passa a ter condições, inclusive, de manter talentos baianos que são ídolos no cenário mundial.

“Esse equipamento contribui com as políticas de Governo do Estado, que já tem o Bolsa Esporte, o FazAtleta, e outros incentivos feitos de forma direta pela Sudesb, para que os atletas possam permanecer na Bahia, com toda o suporte necessário para continuar evoluindo em suas carreiras”, disse o diretor geral da Sudesb, Elias Dourado.

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.